Renault processa consumidora insatisfeita que resolveu blogar sobre

carro-falha-renault

Aquela velha história: consumidora fica insatisfeita, tenta resolver, não consegue e acaba começando a fazer barulho contra a marca/produtor na internet e nas redes sociais.

Hoje, o desfecho esperado: marca se aproxima da consumidora e prioriza a resolução do seu problema, tentando compensar de todas as formas possíveis todas as dores de cabeça que lhe foram causadas.

Entretando, a Renault resolveu voltar ali pra 2008 ou mais, quando as marcas ainda estavam meio perdidas no ambiente digital de mão-dupla; quando Parmalat preferiu processar o blog Parmalat Mas Não Morde por usar seu logo; quando a Skol quis tirar do ar o blog do Ronald Rios por ter implicado com sua campanha Redondo é Rir da Vida; e quando a Fiat processou o editor do Fui Iludido, Agora é Tarde antes mesmo de entregar o carro que ele tinha comprado e não tinha recebido; enfim, resolveu voltar no tempo e processar a autora do blog Meu Carro Falha, no qual conta sobre seu Renault Mégane comprado em 2007 e estacionado desde então por falhas no motor, nunca resolvidas mesmo com idas e vindas à assistência técnica da montadora.

“[...] De acordo com o juiz Renato Maurício Basso, Daniely cometeu abuso do seu direito de liberdade de expressão, podendo causar danos à imagem da empresa. O juiz também determinou que ela retire do ar o site e outras mídias sociais, como o vídeo no YouTube e conta no Twitter, no prazo de 48 horas. A multa para o descumprimento da decisão é de 100 reais ao dia.”

Mais detalhes, aqui.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Nq1xA81mE6w[/youtube]

Mark

Mark

Escreve, edita, planeja, ajuda a criar ...e morre de saudades do Kaoma ;¬P