Renault processa consumidora insatisfeita que resolveu blogar sobre

Placeholder
carro-falha-renault

Aquela velha história: consumidora fica insatisfeita, tenta resolver, não consegue e acaba começando a fazer barulho contra a marca/produtor na internet e nas redes sociais.

Hoje, o desfecho esperado: marca se aproxima da consumidora e prioriza a resolução do seu problema, tentando compensar de todas as formas possíveis todas as dores de cabeça que lhe foram causadas.

Entretando, a Renault resolveu voltar ali pra 2008 ou mais, quando as marcas ainda estavam meio perdidas no ambiente digital de mão-dupla; quando Parmalat preferiu processar o blog Parmalat Mas Não Morde por usar seu logo; quando a Skol quis tirar do ar o blog do Ronald Rios por ter implicado com sua campanha Redondo é Rir da Vida; e quando a Fiat processou o editor do Fui Iludido, Agora é Tarde antes mesmo de entregar o carro que ele tinha comprado e não tinha recebido; enfim, resolveu voltar no tempo e processar a autora do blog Meu Carro Falha, no qual conta sobre seu Renault Mégane comprado em 2007 e estacionado desde então por falhas no motor, nunca resolvidas mesmo com idas e vindas à assistência técnica da montadora.

“[...] De acordo com o juiz Renato Maurício Basso, Daniely cometeu abuso do seu direito de liberdade de expressão, podendo causar danos à imagem da empresa. O juiz também determinou que ela retire do ar o site e outras mídias sociais, como o vídeo no YouTube e conta no Twitter, no prazo de 48 horas. A multa para o descumprimento da decisão é de 100 reais ao dia.”

Mais detalhes, aqui.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Nq1xA81mE6w[/youtube]

33 Responses / Leave a comment

  1. Fabriciocampos2406

    na verdade ta mais pra juiz de baba viu…que absurdo!

  2. Pipo

    cuidado com os comentários para não serem processados pela Renault tb! ;-P

    tem marca que não aprende mesmo…

  3. Diego Oliveira Dos Santos

    é incrivel como ainda tem gente que não sabe a importância da gestão de crise em redes sociais. Gente que no caso seria uma empresa Multinacional ein? Não tem segredo, é analisar a situação, pedir desculpas e recompensar o cliente, nada de extraordinário

  4. Carlos Masetti

    Que absurdo! como um juiz pode ter chegado a esta conclusão? estamos realmente num mato sem cachorro, afinal as empresas muitas vezes desrespeitam os direitos dos consumidores, estes impotentes diante da morosidade da solução, exercem seu direito de se expressar e são punidos!? meu Deus manda uma Tsunami para cá, pois já não resta mais nada a fazer….!

  5. Glicia Gomes

    Que mundo é esse minha gente??
    Não consigo nem discorrer sobre o assunto tamanho choque tomei com a decisão desse meritíssimo juiz.

  6. Consumidor

    Nunca gostei dos modelos da Renault e e agora não gosto também da empresa em si. Corporação que não se preocupa com o pós venda tem que ser boicotada mesmo!! Só assim, aprendem e nesse caso está claro que nem isso foi suficiente. A marca Renault para mim não serve. Pior que isso, só o juiz Renato Maurício Basso compactuar com esse absurdo.

  7. FPSaldanha

    Que barbaridade isso….
    É… estamos perdidos… já não conseguimos de forma celere resolver nossos problemas na justiça, no âmbito administativo junto as grandes potências então nem pensar e agora estamos sendo impedidos de nos manifestar??? Daqui a pouco não vamos mais pode falar das mazelas da vida para ninguém num barzinho, por exemplo!!!! Juizão que anda de mercedes… vai andar de renault pra ver… hahahahaha

  8. Rô!

    Renault ensina como destruir a imagem da marca em um movimento! Parabéns para atitude super negativa, Renault. Bom lembrar da Brastemp, que mal ou bem, resolveu o problema do consumidor.

  9. Renato Braga

    pior do que a atitude da Renault é a decisão desse Juiz.

  10. Arthur V.*

    Renault, com medo de ver sua reputação ir lá embaixo, tenta tirar blog de cliente insatisfeita com o produto querendo uma solução pro seu problema. e, por causa disso, vê sua reputação cair ainda mais, e pra valer. #YoureDoingItWrong

  11. Marcus CG

    Absurda a decisão do juiz. Como se ela tivesse culpa em comprar um carro com defeito.
    =(
    Marcus

  12. Rodrigo

    O maior absurdo é o do juiz que compactua com essa palhaçada. Estava até pensando em comprar um Sandero (com garantia de “3 anos”), mas depois dessa vou optar por outra marca.

  13. RUI FONTOURA

    É meio absurda a decisão judicial, já que parece ferir a liberdade de expressão. Eu tenho todo o direito de chamar alguem de burro, idiota ou incompetente. Só não posso chamar de ladrão ou criminoso, aí sim estaria ferindo a “honra”, acusando de algum crime.
    SHAME ON YOU, RENAULT.

  14. Aline

    com certeza, nunca vou comprar e vou falar para todo mundo como tratam os consumidores

  15. Fabio Munhoz

    Agora o correto a fazer é boicotar esses retrogrados! carro renault eu particularmente ja acho uma bosta… agora com essa jamais comprarei um na vida!