No dia 31 de agosto, o sol deu uma piradinha e mandou um “filamento de plasma super-aquecido” um pouco maior do que o normal. Tipo duma cuspidinha, insignificante na grande ordem das coisas, mas que foi muito bem registrada por nossos cientistas. O tal filamento rompeu o tecido do cosmos a 900 milhas por segundo e tinha a espessura de 30 terras mais ou menos. Relaxe. O efeito sobre nós mortais é mínimo. Apenas essa linda Aurora. Mas essa foto, na proporção correta, serve para dar uma idéia da nossa fragilidade. Pense nisso quando fizer seu próximo mapa astral.