O caldeirão infinito que é o SxSW!

Placeholder
sxswinteractive 1SXSW_Infographic2013

Compartilhar o que acontece no SxSW torna-se uma tarefa praticamente impossível. Não dá para acompanhar tudo e praticar um certo desapego ganha um novo sentido. Não tem como, em poucas ou muitas linhas, fazer justiça ao tamanho e a quantidade de coisas simultâneas que acontecem. A tentativa tem sido escolher bem a área de interesse e ficar de olho nas centenas de dicas que pipocam o tempo todo.

O Interactive acabou, agora a cidade está voltada para a cena musical e mais filmes independentes. Como não tenho a pretensão de mergulhar em cada coisa que vi por aqui (ainda precisando de um bom tempo para assimilar tudo) resolvi fazer um post, talvez bastante superficial, com alguns nomes e passagens interessantes, que valem uma pesquisada.

O Interactive trouxe bastante discussão sobre a necessária integração do mundo digital e físico (com todos de acordo que existe um certo cansaço com o excesso de telas). Começou com Jason Silva e suas ideias sobre pensamento exponencial, passando por scanners e impressoras 3D, Google Glass e a privatização de viagens espaciais.

Chris Anderson, ex-editor da Wired, entrevistou Elon Musk (que criou o Pay-Pal revolucionando o pagamento online) que apresentou avanços tecnológicos na fabricação de foguetes, solucionando, entre outras coisas, o lixo espacial que cada missão da NASA produz. É bem louco e interessante o que o cara tem feito.

Passamos por uma ótima palestra com a estratégia de crescimento viral do Dropbox, o lançamento do estudo Embrace Analog da JWT e ouvimos Henry Jenkins falar bastante sobre “spreadable media” e como a viralização de ações merecem mais cuidados. Belo livro para nós publicitários.

Você muda de auditório e está ouvindo Walt Mossberg, hoje responsável pelo All Things D (um dos maior eventos digitais do mundo) e editor da unidade digital do Wall Street Journal, entrevistar Al Gore, que soltou uma excelente frase, que merece ser guardada com carinho: “O futuro da democracia depende da continua liberdade e independência da internet”.

Sem querer cai de paraquedas em uma palestra de Tim Berners-Lee, o inventor da World Wide Web, afirmando coisas sobre o impacto que plataformas abertas terão em um futuro próximo, senta em frentes a idólos como Chuck Lorre e Neil Gaiman e escuta Amanda Palmer contando sobre suas iniciativas no Kickstarter e a importância que a plataforma tem para desenvolver comunidades atuantes.

Tudo isso em meio as ações de marcas que gritam em todos os cantos, música em cada esquina e muita gente interessante e interessada.

Quando você acha que vai dar uma descansada, deixar a cabeça acalmar, tentando organizar o que aprendeu… tem mais alguma coisa imperdível daqui dois minutos… e isso por que está na metade.

Se quiser acompanhar algumas fotos do evento: @updateordie

Após o jump um infográfico sobre o evento (thanks, Diego):

SXSW_Infographic2013