einsteindest

Hoje é aniversário do Einstein. Quer dizer, seria, se ele ainda estivesse por aqui.

Você sabe que ele tinha um cabelo engraçado, que uma vez tirou uma foto com a língua de fora e que escreveu E=MC2 em alguma lousa em algum momento e que odiava a guerra porque teve que se mandar para os Estados Unidos por causa do Hitler e porque usaram a fusão atômica para fazer uma bomba.

Então, vamos a coisas que você talvez não saiba.

o1. CABEÇÃO

Nasceu cabeçudo. Não um pouco, mas muito. A ponto de despertar uma preocupação no pediatra.

02. DEMOROU PRA FALAR

Essa é manjada, mas vai pra lista. Até os 4 não falou nada. Até os 9, falou pouquíssimo e muuuuuiiiitoooo lentamente (desconfio que estava investindo em comunicação entre os seus neurônios mesmo)

03. BOMBOU NO VESTIBULAR

Em 1895, com 17 anos de idade, Albert Einstein não passou no exame de admissão para a Swiss Federal Polytechnical School (Eidgenössische Technische Hochschule or ETH)

04. PRESIDÊNCIA

Quando o primeiro presidente de Israel morreu em 1952, ofereceram a vaga para o Einstein, que, elegantemente declinou: “infelizmente não tenho experiência nem aptidão para lidar com gente”.  Sheldon.

05. CÉREBRO SEQUESTRADO

Essa é inacreditável. Quando estava para morrer, Einstein recusou ser operado.

“Quando eu tiver que ir, quero ir elegantemente, sem prolongar minha vida artificialmente. Já dei minha contribuição, minha parte está feita.”.

Bom, morreu. Sete horas depois, sem qualquer autorização da família Einstein, o Dr. Thomas Harvery, abriu a cabeça do Alberto e surrupiou seu cérebro.

Quando a direção do hospital ficou sabendo, demitiram o Dr. Harvey, que foi embora MAS LEVOU O CÉREBRO DO EINSTEIN JUNTO.

Ficou 42 ANOS (!!!) com a massa cinzenta do pobre Alberto, até que em 1997 tocou a campainha na casa da neta do Einstein para devolver o cérebro do seu avô. Ela fez uma cara de bleargh e RECUSOU o presente. Mas não adiantou nada porque o Dr. Harvey deu um jeito de ESQUECER o cérebro no sofá e se mandou pra sempre.

A neta devolveu então o cérebro para o hospital onde seu avô morreu, onde (dizem) se encontra congelado no hidrogênio líquido, a espera de um corpo novo nos próximos anos. Isso tudo, porque ele queria morrer em paz, sem recursos invasivos.

06. PEGADOR

Cabeludo, excêntrico, estiloso e com cara de rock-star, Einstein era mulherengo. Claro, não ia desperdiçar tanta iteligência só para impressionar os acadêmicos. Em 1901, Einsten engravidou sua namorada, com quem se casaria um ano depois. Nasceu uma menina que ninguém sabe onde foi parar, porque sumiu com um ano de idade. Ou foi adotada, ou morreu.

07. SUAS ÚLTIMAS PALAVRAS

Pouco antes de morrer, Einstein sussurrou suas últimas palavras. pena que foi em alemão e a enfermeira americana, única presente no quarto, não entendeu nada. Ele pode ter revelado a grande verdade sobre tudo, mas jamais saberemos. Mas também pode ter falado “ajeita aqui meu travesseiro faz favor”.

08. ESTRATÉGIA PARA A GUERRA: MANDE AS MULHERES E CONFUNDA O INIMIGO.

Em 1931, Einstein escreveu seu livro de auto-ajuda filosófico (sacanagem, o livro é bom), o “Como vejo o mundo”.

E nele revelou uma estratégia de guerra bem peculiar: ” Na minha opinião, na próxima guerra, acho que deveriam enviar as mulheres para os campos de batalha ao invés dos homens. Isso iria desencadear uma sequencia infinita de surpresa e confusões e, além do mais, assim os sentimentos heróicos do belo sexo seriam utilizados de modo bem mais pitoresco que em atacar um civil sem defesa”.

Não sei se entendi direito o velho Alberto, mas acho que ele tava sugerindo um “faça amor não faça guerra” (que a gente acha que é invenção do John Lennon).

09. DEPOIS DA CIÊNCIA, SUA PAIXAO ERA A MÚSICA

“Se eu não fosse um cientista, seria músico. Eu penso em música o tempo todo. Eu divago ouvindo música. Eu vejo minha vida em termos musicais.

Para mim faz todo sentido, ciência e música relacionadas. Não é a toa que Einstein sonhava com a teoria que explicaria tudo de uma vez só. Estava atrás do cheque mate. Mas enquanto existir gente que rouba cérebro e espera 42 anos pra devolver, acho que a humanidade ainda tem chão pela frente.

Feliz Aniversário Albert.

[fonte]