Último dia em Cannes

1cannes
testacannes13 1cannes

Aprendi que o festival é muito mais do que as premiações. Muito mais. É uma semana mergulhado no mercado da comunicação. É ter o privilégio de ouvir e conhecer as melhores histórias de um mercado que vive de histórias. É encontrar com os grandes do entretenimento e comunicação. E rever e celebrar o que de melhor aconteceu no último ano.

Me parece que, depois de um tempinho pelos corredores do Palais, a premiação fica em segundo plano (são muitos os prêmios, confunde um pouco) e, na maioria, são peças que foram criadas e estruturadas para serem inscritas no festival e ganhar prêmio. Algumas que nem foram veiculadas. Algumas de marcas que nem existem. As agências (pelo jeito, principalmente as brasileiras) têm departamentos montados para produzir essas peças e inscrevê-las e etc… Enfim, ainda prefiro aquelas que funcionam de verdade, que foram veiculadas, aprovadas, em cima de um briefing bem-feito e que são capazes de cair no gosto popular (o “vem pra rua” da Fiat, por exemplo… tiraram mesmo do ar?).

As manifestações no Brasil não ficaram de fora daqui, não. Além de irmos para a rua, os executivos da Coca-Cola falaram sobre o acontecimentos da semana e os desafios da marca ao patrocinar eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, “Onde há esporte, a Coca-Cola está, faz parte do nosso DNA”. Estão otimistas pelo o que nosso povo mostrou. Isso mostra a preocupação das marcas em entregar o que acreditam, seus valores e missão e de estar próximo em momentos tão importantes como esse.

Ficou também o pedido para quem trabalha com comunicação entender melhor os negócios e as necessidades dos clientes, para sermos mais acertivos e criativos. Bom ver e ouvir caminhos definitivos que tanto foi falado, acontecendo de forma concreta (vale ler o post do Daniel).

O Festival é o melhor lugar para conhecer novas pessoas, aquecer contatos e trocar ideias sobre os momentos do mercado no Brasil e no mundo. É uma festa para o conhecimento, do café da manhã ao caminho de volta ao hotel na madrugada.

O nosso acompanhamento do Festival teve apoio cultural do Santander, que acredita e compartilha os valores editoriais do Update or Die. Nos posts abaixo (distribuídos pela semana toda), o que achamos de mais interessante.