netflix
Nunca na história daquele país…

Netflix recebeu nada menos do que doze indicações ao Emmy Awards, sendo nove para a série “House of Cards” e três para “Arrested Development”, marcando a primeira vez que séries que se originaram na TV “não-tradicional” disputam prêmios em grandes categorias do evento. “House of Cards” está na corrida em categorias do tipo melhor série drama, melhor ator em drama (Kevin Spacey), melhor atriz em drama (Robin Wright) e melhor diretor (David Fincher). A produção “Arrested Development” das grandes categorias, concorre com a de melhor ator em comédia (Jason Bateman).

Seja qual for o resultado, é um ótimo indicativo de como a indústria televisiva America está olhando para a convergência e este movimento serve de alerta a outros grandes mercados. Serve também para estimular, cada vez mais, a produção independente baseada em “Online Streaming”. Desde 2008 que a Academy of Television Arts & Sciences reconhece as produções para Internet como passíveis de se juntarem, para efeitos de premiação, ao conjunto feito “fora” (TV aberta e cabo).

O que isso tem a ver com nossa maneira de ver TV? Quando isso vai chegar de vez em países como o nosso? Quem de nós aqui no UoD tem uma conta americana do Netflix ou já vive esta experiência de alguma forma que opine.

Use as teclas ← → para navegar