A password will be e-mailed to you.

mapa2

TeleGeography, empresa de consultoria e pesquisa de mercado de telecomunicações acaba de lançar a versão atualizada do mapa dos cabos submarinos que ligam os continentes e que são a lembrança palpável (e molhada) de que a internet é sim, uma coisa. Que existe, fisicamente. E se algum ditador quisesse desplugar seu país da rede mundial de computadores, provavelmente o jeito mais definitivo seria fazendo isso:

72SX9Mx

Sim, aproveitando que o ditador cortou o cabo, podemos reparar que na verdade são cabos dentro de outros cabos. E sempre foram assim, muito antes de serem usados para internet.

url

Quem começou a popularizar essa história foi a Bell Labs, que usou o mesmo princípio das latinhas ligadas por fios, só que com continentes.

unloading_submarine_cable

lata

Alô? África? Não, aqui é a Europa.

E hoje em dia são tantos que o Google até avisa os banhistas, para ninguém tropeçar.

submarine_cable-warning-sign

Bom, voltando ao mapa: foi feito no estilo da cartografia renascentista, só para ficar mais bacaninha e gerar um contraste entre as épocas. Nos originais haviam monstros marinhos, hoje os seres mitológicos que habitam as profundezas estão bem presos dentro dos 278 cabos que percorrem o chão do planeta para todo mundo poder falar com todo mundo (conceitualmente).

Você pode conferir versão interativa (na verdade zoom in/out) ou mesmo comprar um para pendurar na parede.

Isso sim é a internet das coisas. Das 278 coisas que mantêm a humanidade amarrada.