A password will be e-mailed to you.

manhattan2

Uma boa maneira de aprender sobre a física quântica é com um dos super-heróis mais poderosos dos quadrinhos: o Dr. Manhanttan.

Idealizado por Alan Moore e desenhado por Dave Gibbons para o universo fantástico de Watchmen, Dr. Manhattan ganhou superpoderes quando foi trancado acidentalmente em uma câmara de testes durante um experimento de física nuclear.

Ao invés de morrer, ganhou vastos poderes, incluindo a restituição de seu próprio corpo.

Com a capacidade de mudar o tempo e o espaço, se teleportar para distâncias intergaláticas e a possibilidade de prever o futuro e revisitar o passado, o onipotente Dr. Manhattan é um acontecimento literal da física quântica: aquilo que poderia ser e agora é.

manhattan

De acordo a teoria, infinitos universos existem paralelamente ao mesmo tempo, no mesmo espaço. Sendo assim, o que define a “realidade” é o olhar do observador.

Para ilustrar esta teoria foi desenvolvido pelo físico austríaco Erwin Schrödinger em 1935 o experimento fictício chamado de “o gato de Schrodinger”.

Neste experimento, frequentemente descrito como um paradoxo, o animal é colocado dentro de uma caixa junto com uma ampola de veneno que pode se partir a qualquer momento.

Enquanto a caixa estiver fechada, o gato pode estar vivo E morto. Ao mesmo tempo.

Quando alguém abre a caixa os dois universos entram em colapso, e apenas um – aquele de quem olha – passa a existir como a realidade.

gato-schrodinger

E isso tem tudo a ver com Antes de Watchmen: Dr. Manhattan. O quadrinho criado por Michael Straczynski e Adam Hughes que reimagina o universo desenvolvido por Alan Moore.

Na história, a descrição da “caixa” transforma-se em uma metáfora de como as nossas escolhas abrem um leque infinito de universos possíveis. Para Manhattan, em toda caixa há mistérios, seja o embrulho de presente de aniversário; o caixão em que seu alterego, Jon Osterman, foi enterrado; a câmara de campo intrínseco que o transformou em superpoderoso; a caixa em que o Capitão Metropolis sorteia os nomes que se tornariam os Watchmen.

Nesse fluxo temporal de universos possíveis tudo depende da caixa, pois “o passado se atualiza no presente”.

Sem dúvida, Dr. Manhanttan pode contribuir para o ensino de física quântica nos colégios. Ou mesmo para um bate papo na mesa do bar, afinal quem é você antes e depois de abrir a caixa?

manhattan1