A password will be e-mailed to you.

Não é comum encontrar nos cardápios de restaurante, nem nos açougues comuns, a carne de jacaré. No entanto, é cada vez mais presente em eventos de churrasco e boutiques especializadas em cortes especiais.

Olhando o animal sobre a mesa, vou confessar, não é das melhores impressões. Dá um pouco de angústia ver o bicho todo, mas, pensando melhor, já nos acostumamos a comprar o frango inteiro e olhar para ele antes de assar, né? No fim, não tem diferença. Existem inúmeras “fazendas” de criação de jacaré para consumo no País, a maioria na região norte e centro-oeste.

Bom, assado na brasa durante algumas horas e fatiado em tiras, a cauda e o filé mignon do jacaré são suculentos e bem macios. Fiquei surpresa! Se fosse para fazer uma comparação, diria que se parece com peito de frango – porque a carne é branquinha e magra – , com um suave sabor de peixe. Para temperar, é comum usar azeite, sal, pimenta e alecrim. Como acompanhamento, abacaxi assado vai muito bem.

Ficou com vontade? Sugiro uma pesquisinha de poucos minutos na web pra encontrar um restaurante. Mas, já aviso: o quilo da carne de jacaré custa, em média, R$40 reais. Então, prepare-se para abrir o bolso e bom apetite!