Para quem ainda não ouviu falar da tecnologia iBeacon da Apple, um breve resumo: emissores de sinal Bluetooth Low Energy – ou Bluetooth Smart – que enviam notificações a dispositivos iOS (iPhone, iPad) quando eles se aproximam. Algumas lojas começaram a usar o iBeacon a alguns meses para enviar notificações de promoções e cupons de desconto para o iPhone dos consumidores.

Daí que a galeria de arte Rubens House começou a usar a tecnologia para enviar conteúdos extra sobre as obras-de-arte disponíveis em suas exposições.

iBeacon

 

Vários emissores de sinal iBeacon foram espalhados pelo museu. À medida em que o visitante se aproxima de uma obra, recebe uma notificação em seu iOS oferecendo mais informações sobre ela. Explicações em áudio, galerias de imagens, exploração em Realidade Aumentada, trivias e até uma rota virtual para você seguir dentro do museu.

Dá uma olhada no vídeo:

 

Mais informações no site dos criadores do sistema.

 

Essa é uma das melhores campanhas que vi nos últimos tempos. E o fato do vídeo ser falado em outra língua e legendado em português me lembra do filme Carlota Joaquina, um dos responsáveis pela retomada do cinema brasileiro. As cenas iniciais são faladas em inglês e legendadas em português. Dizem por aí que isso foi uma estratégia para capturar a atenção do público. Na época o cinema brasileiro tinha prestígio abaixo de zero, e qualquer filme falado em português corria o risco de ser imediatamente ignorado pelo público. Então esse truque foi usado para jogar o espectador na história, e depois de um tempo, o filme passava a ser falado em nossa língua mesmo.

Talvez os museus brasileiros precisem de um truque parecido para se revitalizarem. Adoramos ir ao Moma, ao Tate e até ao Malba, mas os museus que ficam aqui do lado a gente ignora, afinal, aqui se fala português.

dica da @ndandara e @marianarrpp

Não estamos falando do seu talento musical, acalmem-se! Ocorre que a exposição de acrílico sobre tela do músico Bob Dylan, que foi inaugurada no último sábado no Statens Museum for Kunst de Copenhague, recebeu duras críticas da imprensa local e especialistas.

Com o título de “The Brazil series”, a exposição tem cerca de 50 obras que retratam o cotidiano do nosso país.  A capacidade artística (sobre a tela) de Dylan não foi a única repercussão que a exposição gerou. O museu chegou a ser acusado de colocar os interesses financeiros à frente do seu papel como agente da arte. Veja algumas peças aqui e dê sua opinião!

Domingo passado, vi na ponte-aérea dois airbus da TAM com aquela pintura mais clássica da companhia, que deu sua cara aos vários Fokker-100 entre o final da década de 90 e o início dos anos 2000.

Fui dar uma pesquisada e fiquei sabendo do projeto TAM Vintage, que nasceu junto com a reabertura do Museu da TAM, em São Carlos [SP].

Além da pintura nostálgica, ouvi dizer que dentro dessas aeronaves, o estofado das poltronas, a locução dos procedimentos de segurança, o uniforme dos comissários e até as revistas de bordo são em referência aos anos 1970 e 1990.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=PSnm8TvdkHE[/youtube]

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=TZ7E1UKkjG0[/youtube]