Design

jornal do futuro?

Você já deve ter visto a nova campanha da Folha de S. Paulo, o “jornal do futuro”. Não? Então veja:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=tUk3jvf37xs[/youtube]

Pois bem…
A peça é parte da nova campanha do jornal dos Frias, elaborada pela África, para divulgar o novo projeto gráfico do diário.

A execução é inquestionável em sua simplicidade. A atuação da atriz é na medida. Mas conceitualmente…
Já na introdução, é dito que “enquanto discutem o futuro do jornal, a Folha fez o jornal do futuro”. Mas não soa um tanto contraditório uma propaganda de jornal impresso apresentar o seu novo projeto gráficoimpresso! – com linguagem digital? Com a linguagem visual e gestual que é a cara do iPhone e do iPad?!

O mais estranho é que enquanto os impressos perdem leitores e não sabem o que fazer com isso, o filme é assinado da seguinte maneira: “Não dá pra não clicar, acessar, receber […]”.

Verdade seja dita, todo mundo sabe que reuniões e mais reuniões internas reafirmam pra todo mundo da Folha que o papel é seu principal produto, e “que a Folha.com deve vir sempre como complemento, suporte”; que nunca dará furos nem matérias exclusivas antes da sua versão impressa, coisetal…

Ousadia? Contradição?

Não deve ter sido à toa que, enquanto buscava no Google pelo vídeo acima, para ilustrar o post, cai num blog que publicou o mesmo vídeo e acrescentou a seguinte legenda: “Sei lá porque, mas deu uma PUTA VONTADE de comprar um iPad“. Hmm…

Tá que o iPad é uma das grandes apostas na categoria “salvação do mercado editorial”, não foi só eu que observei isso e cantei essa pedra quando o novo gadget da Apple foi anunciado. Mas ainda assim, é no mínimo estranho.

Bom, certos estavam os criadores do Book. Já viu o “keynote” de lançamento? 😛

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=iwPj0qgvfIs[/youtube]

Posts Relacionados

PokéFont: a tipografia que transforma Pokémons em letras

Gustavo Giglio

O novo Yahoo!

Gustavo Giglio

No Name: a marca das coisas com os nomes das coisas

Wagner Brenner

8 comments

Fábio Zanetti
Fábio Zanetti 10.06.10 at 4:47 PM

E isso só porque estão falando da ameaça apenas do Ipad, um aparelho cara pra caramba. Mas em breve teremos muito outros aparelhos com as mesmas funções, com um preço bem menor e oferecido em qualquer mercado popular "Asia/Brasil" aos módicos por seus R$ 200,00 divididos no cartão. Preparem-se ; )

Reply
Thiago Diniz
Thiago Diniz 10.06.10 at 1:28 PM

O primeiro do jornal do mundo a adotar esse tipo de diagramação foi o i <a href="http://(http://www.ionline.pt/)” target=”_blank”>(http://www.ionline.pt/) basicamente a folha tentou fazer o mesmo após o sucesso do jornal lusitano.

Quanto a contradição, não acho que ele estão errados a muito tempo vejo que as pessoas leem somente os subtitulos e leem toda a materia caso achem interessantes!

Reply
Viakenny
Viakenny 10.06.10 at 12:09 AM

mais uma coisa: as redações da Folha e Folha.com agora são uma só. colunistas novos entraram, entre eles a própria Fernanda Torres, que vai comentar as eleições a cada 2 semanas. cadernos foram reformulados e a Revista da Folha deu lugar à sãopaulo (assim mesmo, uma palavra só e com letras minúsculas).
por mais que reclamem que "o digital é o futuro!", eles estão se adaptando para o presente. e para o futuro.

Reply
Mark
Mark 10.06.10 at 12:18 AM

Seu comentário daria um bom press release 🙂
E talvez teria sido mais coerente que esse filme, veiculado na TV.

Reply
nunobianchi
nunobianchi 10.06.10 at 12:07 AM

Eu não sou um leitor da Folha, mas gostei das mudanças. Sei que a campanha publicitária força a barra, cai em contradição, e como todas as outras, provavelmente vem carregada de uma dose de mentiras maior do que a tolerável…. mas achei que rolou uma mudança significativa e bem pensada, e acho que corresponde (pelo menos bem mais do que antes) à maneira como costumam ser apresentados os conteúdos digitais que eu gosto de acessar.
Mas eu num manjo NADA de diagramação, tipologia… manjo um pouco de trilha… e essa aí em particular eu não vejo a hora de ser do passado, se já não é reutilização de alguma coisa que achavam moderno uma década atrás.

Reply
danielwagner008 (Dan 10.06.10 at 12:07 AM

Hora de ir descansar, mas antes.. jornal do futuro? http://updateordie.com/blog/2010/06/09/jornal-do-

Reply
updaters_
updaters_ 09.06.10 at 11:37 PM

O negócio é se "apoderar do discurso vigente", como se apenas isso bastasse. Excelente, adorei o Book. Lembrei deste outro: http://www.youtube.com/watch?v=Ylj1YWMpJnw

Reply
thiagogringon
thiagogringon 09.06.10 at 11:13 PM

Genial os comentários do post!
Realmente depois de ver o anúncio, dá mais vontade de ter um iPad!
Sem falar na tecnologia BOOK, que é sem dúvida "revolucionária"!

Reply

Leave a Comment

Ad Blocker Detected!

Refresh