in

“Não é uma Brastemp” nas redes sociais

Vocês viram isso?

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=riOvEe0wqUQ&feature=player_embedded[/youtube]

Foram mais de 133 mil views em 11 dias (desde 20 de janeiro último). A marca foi parar nos trending tropics mundiais do Twitter e teve iniciativa no Facebook também. Abordagem quase 360 graus.

Copiei do portal Imprensa, texto de hoje: Em comunicado divulgado no último sábado (29), a Brastemp informou que erros como os cometidos com Borreli “fogem ao nosso padrão de atendimento, mas não por isso são menos importantes para nós”. “Sempre que detectada uma falha no processo de atendimento, agimos prontamente. Foi o que aconteceu neste caso, resolvido no dia 24 de janeiro [segunda-feira]. Para o consumidor, o problema está resolvido, Para nós, ele é parte de um aprendizado, que transformaremos em ações de melhoria nos nossos processos de atendimento, nos ajudando a eliminar casos como esse”.

E ainda tem empresa que não leva a sério as redes sociais online.

O único senão ao sr. Borreli, que soube agir, foi sua ameaça de ir à Justiça, porque Justiça não é ameaça de nada no Brasil (infelizmente), uma vez que tudo ali leva anos ou décadas criando teias de aranha. Inócuo. A ameaça mesmo (ameaça no sentido de única defesa possível do consumidor) parece ser a internet – contra todos os SACs terceirizados mal gerenciados!

Aliás, precisamos expor a Justiça brasileira nas redes sociais, mas essa seria uma batalha longa, MUITO LONGA.

Reportar

Entusiasta

Escrito por Guest Post

Série do UoD que traz sempre um convidado especial para fazer um update que vale por um upgrade.

Content Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Gostou do post?

82 points
Upvote Downvote