in

Futebol reconhecido como religião?

Discutir religião e futebol no Brasil não é, e nunca foi, uma das melhores ideias. Juntar tudo isso com bebida alcoólica, talvez não seja o caminho ideal. Mas pode gerar, pelo menos, conversas mais profundas sobre o caso.

A cerveja artesanal Foca, produzida em Viamão-RS, foi batizada desta forma pelo jargão de boteco que define o estado mais gelado da cerveja: “Cú de Foca” (hein?), aquela cerveja estupidamente gelada, com uma fina camada branca de gelo recobrindo a garrafa.

Aqui em SP não usam isso, não… né? Ainda bem.

No projeto de lançamento (o do videocase acima), amparado pela Lei de Liberdade Religiosa, criaram um estatuto que propõe falta justificada no trabalho para torcedores, graças ao projeto “Futebol Religião” (o que não será necessário durante a Copa, não é mesmo?).

O projeto, criado pela agência Grey, oficializa o esporte como “culto religioso” no País.

A cerveja se apropria de um dos artigos que garante, pela Constituição brasileira, o livre exercício de culto religioso, que, entre outras coisas, permite ao funcionário sair antes ou até faltar ao trabalho para professar seus credos.

No site você entende tudo.

O que você acha do projeto?

What do you think?

82 points
Upvote Downvote
Veteran

Written by Gustavo Giglio

Updater, sócio do UoD, diretor de marketing/novos negócios.

100 Posts Mr. Postman!1000 Posts NinjaContent Author

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Loading…

0