Minha Primeira Surra

Por Nano Fregonese

Vadia mentirosa barata, falso respeito, falsa humildade — “filha do pastor” é o cacete. Eu vejo além do seu teatro falso. Você vai ser espancada amanhã e eu vou curtir essa surra que eu vou te dar.

Essas foram as palavras que Ronda Rousey, então campeã inquestionável do peso galo feminino do UFC, postou na sua conta de Instagram pouco após a pesagem polêmica, um dia antes da luta com Holly Holm.

O que aconteceu depois, como vimos, foi bem diferente.

Holly Holm of the US (R) lands a kick to the neck to knock out compatriot Ronda Rousey and win the UFC title fight in Melbourne on November 15, 2015. RESTRICTED TO EDITORIAL USE NO ADVERTISING USE NO PROMOTIONAL USE NO MERCHANDISING USE. AFP PHOTO/Paul CROCK (Photo credit should read PAUL CROCK/AFP/Getty Images)

Não vou entrar em detalhes sobre a vida, estilos de luta e jornadas das duas lutadoras. Já existe um monte de sites que falam disso. Sobre Holly Holm, teremos uma enxurrada de informações ao longo dos próximos meses. Sobre Ronda, bem, ela dispensa apresentações.

Eu quero focar no resultado da luta, no que ele representa e no que podemos aprender com ele.

Veja bem, qualquer um que diga que Ronda não é uma grande lutadora provavelmente não acompanha MMA ou então está com más intenções. Ela é talentosa e comprometida, além de ter pavimentado o caminho para as mulheres no esporte. Ela também se tornou um símbolo para o feminismo, mostrando que é possível ser independente, forte, bem sucedida e de grande personalidade… tudo isso sem abandonar a própria beleza. Em outras palavras, ela é foda.

Só que existe uma armadilha na fodice.

Holly-Holm-Ronda-Rousey-_0010

Quando você começa a achar que ocupa um patamar diferente do das outras pessoas, que as regras que servem aos outros não se aplicam a você, é quando você começa a arquitetar a própria ruína. E Ronda arquitetou a dela.

Ronda é uma lutadora bem completa. É comprometida, focada e tem fome de vitória. É dona do melhor judô entre todos os lutadores do UFC. Suas lutas-relâmpago impressionaram a mídia e também os fãs, que logo passaram a enxergá-la como uma espécie de super-heroína, alguém que não poderia perder.

As pessoas fazem isso. É normal. Buscamos heróis e queremos acreditar em seus feitos incríveis que nunca nos decepcionarão. E, no meio das lutas, isso é mais comum ainda. Vimos acontecer com George St. Pierre, Anderson Silva, Jon Jones. Nós, fãs, não podemos evitar.

Com os lutadores, no entanto, precisa ser diferente.

O erro que Ronda cometeu — e que outros lutadores cometeram antes dela –foi acreditar que ela era mesmo invencível. Que, além de ter o melhor judô, também tinha o melhor wrestling e a melhor trocação. Essa crença fez com que ela partisse para cima de uma das melhores boxeadoras da história.

142_Ronda_Rousey_vs_Holly_Holm.0.0

Ronda se comportou como se a vitória já fosse um direito dela. E suas declarações davam sinais disso. Como alguém ousava falar dela? Como alguém ousava desrespeitá-la? Como alguém poderia se dar o direito absurdo de tentar mexer com seu psicológico? E, por fim, como alguém poderia ter a audácia de derrotá-la? Isso não poderia acontecer. Simplesmente não fazia parte da realidade.

Bom, Holly Holm não concordava. A “filha do pastor” se manteve calma e focada a cada passo do caminho. Não precisou gritar, não precisou fazer cara de malvada e não precisou ignorar o toque de luvas. Após destruir Ronda no octógono, ainda fez um discurso focado em gratidão.

Holly sabia que não era melhor que Ronda. E isso fez com que ela treinasse ainda mais, que empurrasse limites e que buscasse o aprimoramento. Afinal, ela não queria levar uma surra. Esse empenho de Holly é o maior elogio que Ronda poderia receber.

Já Ronda tinha certeza que era melhor que Holly e o resultado foi a derrota.

Mas, olha só, Ronda já perdeu antes. Se não no MMA, no judô. E sentiu. Mas o que aconteceu no sábado não foi uma simples derrota. Foi uma surra. E por isso Ronda nunca tinha passado.

Surras têm o poder de nos destruir ou de nos fazer dar aquele passo além. Elas abrem a chance de enxergarmos a vida de uma forma diferente. De abandonarmos a paixão cega que temos por nós mesmos e nos trazer de volta ao chão. Uma boa surra mantém as coisas em perspectiva.

Quantos de nós já conseguimos alcançar algo de real valor na vida sem termos passado por uma surra?

Talvez tenha sido uma surra literal, que nos deixou mais humildes. Talvez tenha sido aquele alerta do médico que disse que ou você mudava o estilo de vida ou não viveria para ver os netos. Talvez tenham sido as quatro empresas que você quebrou antes de finalmente ter sucesso no mundo dos negócios. Não importa.

O que importa de fato é que levar uma surra faz parte. Que nós devemos fazer o máximo para evitá-las, claro, mas que, invariavelmente, em algum momento, ela vai nos atingir. Ela vai nos machucar. Ela pode até nos nocautear por alguns instantes.

E a gente vai precisar levantar.

Vai precisar olhar em volta, para todas as pessoas que assistiram o nosso massacre, e lidar com elas. Vamos ter que engolir o orgulho e lamber as feridas. E vamos ter que lutar novamente. E essa luta será muito mais difícil, pois, agora, além de todas as dificuldades naturais, vamos precisar enfrentar mais um problema: o medo de levar outra surra. Afinal, cão picado por cobra tem medo de linguiça.

Mas existe o outro lado da surra. Aquele que começa a aparecer depois que você apanha uma, duas, três vezes. Aquele que revela que você pode mesmo ser surrado, que pode ir ao chão, mas que dá pra levantar. De repente você vê que aguenta, que não é feito de vidro e que a surra não pode mais ferir a sua alma. Ela pode ferir o seu orgulho, mas não mais a sua alma.

E é aí que a vida começa a ficar mais interessante. Quando você finalmente se dá conta de que não é invencível, de que pode apanhar, mas não tem mais medo. Você vai com tudo, não por achar que é o melhor, mas por saber que o pior que pode acontecer é você levar uma surra.

E, se levar, vai sobreviver. Afinal, já passou por isso antes.

Como você reage às derrotas é muito mais importante do que como você reage às vitórias.

Ronda levou uma surra. Agora vamos ver como ela vai se erguer e lidar com isso. Pode ser o início de uma fase ainda mais incrível na sua já impressionante história.

E você, já levou uma surra antes?

Default image
Do Leitor
Este post foi enviado por um leitor. Se você também quiser enviar o seu, use o botão "envie post" na página inicial do site.

82 Comments

  1. Por Favor coloquem os créditos!!!

    Autor Incrível, texto impecável!!!!

    Parabéns, inspirador!!!

  2. Holly não era melhor q a honda com base em que?
    Ela foi 9x campeã no boxe.
    Estava invicta na carreira no mma e tem a maior defesa de queda da categoria.
    A honda nunca pegou uma striker de ofício.
    Anderson Silva, st. Pierre, minota e outros perderam com quantos anos?
    Concordo com Q a confiança prejudicou a honda, mas menosprezar a holly é sacanagem.
    Ps: não se esqueça da ciborgue. Essa sim abriu espaço p mma feminino mundial.

  3. Parabéns pelo texto Nano, muito bom mesmo…

  4. Parabéns pelo texto Nano, muito bom mesmo…

  5. Parabéns pelo texto Nano, muito bom mesmo…

  6. Parabéns pelo texto incrível!

  7. Parabéns pelo texto incrível!

  8. Qual a fonte dessa frase dita por Ronda?

  9. Nada a acrescentar, simplesmente brilhante!!

  10. Luta maravilhosa, e comentário mais top ainda

  11. Arrogancia dela, a falta de humildade levaram a derrota…..

  12. Arrogancia dela, a falta de humildade levaram a derrota…..

  13. Muito bom o texto, parabéns!

  14. Fantástico! Parabéns pelo texto!!

  15. Otimo texto para muitos que estão de alguma forma no Esporte! Esse ja imprimi para deixar na minha sacola de viagem! Estou em treinamento para prova de Iron 70.3 irei carregar comigo esse texto! Showwww parabens pelo texto.

  16. Uma lição de vida pras duas lutadoras ! Muito esclarecedor, sensacional !!

  17. Texto simplesmente perfeito!!! Parabéns.

  18. Realmente um lindo texto….. Falou tudo… Parabéns Nano….

  19. Excelente texto… que sirva de lição e que o mito retorne ainda mais forte e focada. E que a experiência ensine a ela o valor de poder representar o que ela representa.

  20. Ótimo texto! Não sou de comentar textos, na verdade esse é meu primeiro comentário. Não vou escrever nada sobre o tema pois tudo ja foi dito, e muito bem colocado. Muito bom!

  21. Já vi isso acontecer com muitos lutadores no MMA, foi o que aconteceu entre Davi e Golias também. Tudo o que você escreveu é verdade, bem explicada e detalhada verdade! Mas a Bíblia, que é o MANUAL DO SER HUMANO, é bem clara a respeito disso e resume tudo isso que você disse nesse versículo: “Portanto, todo aquele que a si mesmo se exaltar será humilhado, e todo aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado.” (Mateus 23:12)
    Como vimos, foi exatamente isso o que aconteceu, os que quiseram humilhar o seus diversários foram humilhados. Acompanho quando posso o UFC, mas lembro disso entre Chael Sonnen x Anderson Silva, depois duas vezes com Anderson Silva x Chris weidman, também entre a Ronda Rousey x Bethe Correia e agora entre Ronda Rousey x Holly Holm. Todos humilharam os seus adversários antes da luta e no final foram humilhados e os humilhados foram exaltados. A Bíblia é a LEI da Vida! O que está nela é fato! Não são apenas palavras de um escritor. Se quiseres ser bem sucedido em tudo na sua vida, leia o manual da vida e do sucesso, a Bíblia!

  22. pobre esse texticulo, pobre

  23. Que texto mais fodastico!!!!!!

  24. Além de bem escrito é filosófico. Sou fã da Ronda e já vi todos seus vídeos. Torci para ela perder, pois estava muito soberba. E como diz provérbios 16-18. “A soberba precede a ruína e altivez de espírito a queda”. Ninguém sobrevive a soberba. Foi muito bom para ela.

  25. se ja levei uma surra? já levei todas. mas to aqui, lutando, feliz, ou pelo menos tentando. Só sei que sozinha nao conseguiria levantar da minha primeira queda, tive que busca algo bem maior que eu, Deus. e desde então as surras nao diminuiram, mas tenho a certeza de que com Ele sou mais forte.

  26. se ja levei uma surra? já levei todas. mas to aqui, lutando, feliz, ou pelo menos tentando. Só sei que sozinha nao conseguiria levantar da minha primeira queda, tive que busca algo bem maior que eu, Deus. e desde então as surras nao diminuiram, mas tenho a certeza de que com Ele sou mais forte.

  27. se ja levei uma surra? já levei todas. mas to aqui, lutando, feliz, ou pelo menos tentando. Só sei que sozinha nao conseguiria levantar da minha primeira queda, tive que busca algo bem maior que eu, Deus. e desde então as surras nao diminuiram, mas tenho a certeza de que com Ele sou mais forte.

  28. se ja levei uma surra? já levei todas. mas to aqui, lutando, feliz, ou pelo menos tentando. Só sei que sozinha nao conseguiria levantar da minha primeira queda, tive que busca algo bem maior que eu, Deus. e desde então as surras nao diminuiram, mas tenho a certeza de que com Ele sou mais forte.

  29. se ja levei uma surra? já levei todas. mas to aqui, lutando, feliz, ou pelo menos tentando. Só sei que sozinha nao conseguiria levantar da minha primeira queda, tive que busca algo bem maior que eu, Deus. e desde então as surras nao diminuiram, mas tenho a certeza de que com Ele sou mais forte.

  30. Putiz que texto pra lá de bom. Parabéns ao escritor. Se vc escrevesse um livro com certeza eu leria. Parabéns.

  31. Excelente texto! Parabéns!

  32. Muito bom o texto parabens, disse tudo!!!

  33. Texto PHD as vogais nem preciso colocar e que leva a belas reflexões, parabéns Nano.

  34. Up x Civic…
    Os Hondeiros piram*
    HAHAHAHAHAHAHAH

  35. Sábias palavras!
    Parabéns!

  36. Que texto maravilhoso! Parabéns! !!

  37. Só acho que pagou muito pal pra Ronda e esqueceu da Holly.

  38. Toma a surra levanta e ainda diz… “Já acabou Jéssica?”
    Muito bom o texto!!!

  39. Já tomei surras da vida, exatamente no momento em que me sentia forte e confortável. Agora é só recomeçar tudo novamente. Escolher caminhos ora desconhecidos, reparar todos em minha volta, e não se enganar de que cada um tem a sua luta, a vitória ela pode vir ainda hoje, mas não antes de uma grande batalha. Se eu perder, recomeço, pois quem já sentiu o chão uma vez, mesmo que única. Pode sentir tantas outras, mas ainda continuar a ir para o Octogono todos os dias. Execelente texto.Parabéns!

  40. exelente texto, disse tudo e mais um pouco,parabéns.

  41. Mas tambem aprendemos com outra heroina: “Já acabou Jessica?”

  42. papinho…foi uma marmelada e com direito a muitos dolares!!

  43. Ótimo texto… melhor ainda por não ter entrado muito no aspecto técnico da luta (isso gera uma discussão rapaz… 😀 ).
    Ademais, ótima leitura… pra todos!

  44. Eita caralho!
    Melhor texto que li esse ano.

  45. Ronda não é uma boa lutadora. As adversárias é que eram fracas. Ela tem 7 lutas no UFC, a primeira contra Liz Camouche lhe conferiu o titulo de campea que ela defendeu contra outras 6 lutadoras fraquissimas. Miesha Tate, Cat Zingano e Bethe Correia nao sao exemplos de lutadoras de nivel UFC. Todas foram derrotadas com extrema facilidade, não porque Ronda seja um genio, mas porque elas são tão ruins que nao foram páreas. Holly veio no mesmo nivel de Ronda, acima ate eu diria, como ela provou que realmente estava. A idolatria que o mundo criou acima das conquistas de Ronda podem ser comparadas a egemonia que os Estados Unidos teriam sobre a Etiopia em uma partida de basquete profissional. Em outras palavras, bater em cachorro morto. Se vangloriar por ser melhor que alguem que é nitidamente inferior nao só é arrogancia, mas tambem é covardia. Ronda é covarde e fez fama se aproveitando dessa situação. Enfrentou adversarias em menores condições. Linda? eu não acho, só não é feia por ser uma lutadora, mas linda não é. O corpo é o corpo de uma atleta, nao faz mais que obrigação. Chris Weidman por outro lado venceu Anderson, Vitor e Lyoto, venceu campeoes. Disso se pode ter orgulho!

  46. Eh pau no lombo. Mimi e blah blah , é uma boa lutadora, mas sempre que o ego supera a habilidade, merece cacete pra aprender a ser mais humilde.

  47. Creio que essa é a principal lição e o treinamento mais difícil para a luta no octógono ou na vida. Obrigado.

  48. Creio que essa é a principal lição e o treinamento mais difícil para a luta no octógono ou na vida. Obrigado.

  49. Texto fantástico e muito bem escrito. parabéns!!

  50. Excelente texto. Parabéns! Frase minha: No decorrer do tempo, Técnica SEMPRE supera dom! Não é tanto o caso da Ronda, que você descreveu muito bem, é uma mulher muito vitoriosa, mas no momento que a crença, o dom, o orgulho te cegam, vem alguém com técnica e…. Te surra…

  51. Muito bom encontrar textos desta qualidade, parabéns autor, não pare por aqui!
    Quem é que não para pra pensar na própria vida depois dessa !!!???

  52. O melhor texto que já li sobre uma luta, não por que fala da luta, mas por que fala da vida.

  53. Parabéns pelo texto, me vi dentro dele (texto), foram muitas surras, muitos passaos para trás, e a vinda sempre ensinando..

  54. Onde está a foto e o link da Ronda falando isso sobre a holmes?

  55. Gostei do cão picado por cobra, tem medo de linguiça. Hahahaha, nunca tinha ouvido falar. :V

  56. Gostei do cão picado por cobra, tem medo de linguiça. Hahahaha, nunca tinha ouvido falar. :V

  57. Gostei do cão picado por cobra, tem medo de linguiça. Hahahaha, nunca tinha ouvido falar. :V

  58. Falou tudo e qto mais alto nós imaginamos mais alto eh o tombo !

  59. Eu levo surra todos os dias. Enfrentar batalhas todos os dias e ainda não ter o seu trabalho reconhecido, já é um baita surra.

Leave a Reply

Ad Blocker Detected!

Refresh