in ,

Skryf, um robô que escreve poesia usando areia

Os robôs estão invadindo o nosso mundo. A cada dia mais e mais inteligências artificiais são programadas para fazer distintas tarefas. Um exemplo é Skryf, um robô construído pelo artista Gijs van Bon que grava palavras temporárias usando areia.

Skryf escreve lentamente com a areia caindo letra por letra no chão. E enquanto a máquina escreve a mensagem – relacionada com as pessoas e o ambiente ao redor – o texto se revela apenas para os presentes e pouco a pouco vai sendo afetado pelo clima e pela audiência; e assim desaparecerá – o que faz suas criações serem únicas e mutáveis.

Skryf pode escrever em uma rua, em um caminho e pode ser bem profundo com palavras ou frases inteiras. É uma maneira inteligente de levar as pessoas a pensar sobre a poesia.

skryf

Reportar

Gostou do post?

82 points
Upvote Downvote
Mentor

Escrito por Paula Romano

Jornalista freelancer interessada em arte, tecnologia, cultura e sempre em busca de novas histórias. Uma pessoa que adora viajar, descobrir novidades, aprender, filosofar e que fica feliz com a companhia de um chá, um felino e um bom livro no colo.

Anos de UoDStory MakerContent Author100 Posts Mr. Postman!Votador!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *