in , ,

Como a geometria é capaz de evocar sentimentos em filmes

Cores, texturas, iluminação e precisão geométrica são atributos necessários para que o cinema ganhe consistência e colabore para a visualização e imersão.

Em “Movie Geometry”, o cineasta Jack Nugent examina o uso de formas geométricas observando como eles são empregados para evocar certos sentimentos e reações.

Esse tipo de estratégia é usada principalmente em animações quando, por exemplo, um rosto fino é visto como mau, um redondo como bom e um quadrado como teimoso.

De acordo com o vídeo, nossos cérebros enxergam esse conceito de forma intuitiva, já que são projetados para ver as coisas cortantes e pontiagudas como mais ameaçadoras.

Entenda melhor no player acima.

Reportar

Mentor

Escrito por Paula Romano

Jornalista freelancer interessada em arte, tecnologia, cultura e sempre em busca de novas histórias. Uma pessoa que adora viajar, descobrir novidades, aprender, filosofar e que fica feliz com a companhia de um chá, um felino e um bom livro no colo.

Story MakerContent Author100 Posts Mr. Postman!Votador!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Gostou do post?

82 points
Upvote Downvote