Coronel Pacheco

Carnaval taí e você deve estar trabalhando nas suas playlists. E, se me permite, estou aqui para humildemente dar uma sugestão festiva: Coronel Pacheco.

Os integrantes se conheceram na faculdade, no bairro da Vila Mariana, em São Paulo. Eles começaram tocando nas festas e cervejadas da faculdade e depois nos eventos das pessoas que os conheceram lá. No mesmo bairro fotografaram a capa do primeiro álbum da banda, Petit Comité.

Coronel carrega influências brasileiras que vão de Paralamas e Skank a Do AmorFelipe Cordeiro, Manoel Cordeiro “e outras bandas que estouraram recentemente brincando com ritmos brasileiros”, além do som que toca em festas como a Santo Forte e elementos de Aviões do Forró. Segundo Edu Barreto (guitarra e voz), um dia um cara disse que eles pareciam “Los Hermanos numa kombi rumo à praia” – até pelas barbas.

A banda contou com apoio de artistas amigos para a capa do álbum e a arte de videos como o da festiva “Copo Cheio”, e de apoiadores do projeto de crowdfunding que possibilitou a produção de Petit Comité.

 

Perguntei o que os meninos aprenderam no processo, e Edu respondeu: “Gravar um disco é uma oportunidade de conviver e aprender com pessoas lindas que têm sonhos parecidos com os seus”

Baita somzinho gostoso. Vai lá: Coronel Pacheco no Spotify