Como seria gravar um som eletrônico, produzido principalmente com loopings, em spatial audio?

Trazer a percepção do ambiente junto das diversas camadas que formam o som do Victorino, projeto do sul do Brasil que mistura folk com a música eletrônica experimental, foi o desafio do #LTDM360 dessa semana.

Como o som dele é baseado em looping sintéticos, resolvemos que cada loop seria disparado de uma região em um circulo formado com os synths e teclados usados em volta do nosso microfone/câmera 360º, permitindo que as camadas de som fossem construída e percebidas em cada região da tela.

Explicando melhor: é como se fosse um pizza e cada uma das fatias fosse um som diferente que juntos formam uma música – ou uma pizza mesmo. 🙂

Não esqueça o fone de ouvido e navegue pelo vídeo para escutar essa variação dos synths espalhados pela cena e como eles vão formando a música. Repare na voz junto da imagem, quando ela está do lado direito da tela, você também o escutará do lado direito do fone.

Para saber mais como foi gravar com a banda, assista ao making of da jam session. E não deixe de se inscrever no canal de YouTube e seguir nosso Facebook Instagram para saber quais bandas estamos gravando por aí.