No Desert City, em San Sebastián de los Reyes em Madrid, só entram xerófitas. Ou seja, espécies de plantas nativas de regiões cujo clima vai de semiárido a desértico.

O espaço de 5 mil metros quadrados, que reúne mais de 400 plantas nativas de diversas partes do mundo, foi projeto especialmente pelo arquiteto espanhol Jacobo García Germán. O “museu dos cactos” faz parte de um centro botânico muito mais abrangente, com metragem total de 16 mil m².

Ali, além de estarem expostas para apreciação do público dentro de um ambiente que serve de ponto turístico – o lugar é bonito, de construção envidraçada e bastante entrada de luz natural – as plantas também estão à venda.

Conheça virtualmente o museu aqui: