in ,

The Future 100: As tendências de luxo para 2018

A J. Walter Thompson Intelligence realiza todos os anos um compilado de tendências para ficar de olho no ano que está por vir, o The Future 100. Por meio do site deles, o conteúdo pode ser baixado gratuitamente, em PDF.

As tendências para 2018 são divididas em dez tópicos: Cultura, Tecnologia e Inovação, Viagem e Hospitalidade, Brands e Marketing, Comida e Bebida, Beleza, Varejo, Saúde, Luxo e Lifestyle.

Ao longo dos próximos dias, vou destacar aqui no UoD o que achei de mais interessante em cada uma das categorias – tanto para o bem quanto para o mal. Abaixo, seguem as tendências na área de Luxo.

Lifestyle de luxo

Esse título, na prática, quer dizer que as marcas de varejo luxuosas hoje não se preocupam mais em apenas lançar um novo produto mega desejável pelo seu público e, sim, lançar um novo produto que óbvio, seja visualmente bonito, mas que também imprima um estilo de vida.

A marca Outerknown foi construída em torno do lifestyle de Kelly Slater e prega a sustentabilidade através de seus produtos. Seus trajes de mergulho, por exemplo, são feitos de geopreno derivado de calcário, 98% impermeável e mais sustentável que o neoprene tradicional, à base de petróleo. Já a marca britânica de ciclismo Rapha imprime exatamente esse conceito de lifestyle, tendo projetado seus espaços de varejo para incentivar os ciclistas a “mergulharem” no esporte. A marca organiza passeios, realiza eventos e tem cafés dentro das lojas, tudo pensado dentro do universo do ciclismo.

Aparentemente, os consumidores de luxo estão preferindo as marcas que têm um motivo genuíno para existir e um conceito sólido por trás. Assim, elas constroem comunidades e lealdade em torno dos valores e ideias que compartilham com seus clientes.

O luxo do anti-luxo

Diz o estudo da JWT que está surgindo uma nova geração de luxo na qual as pessoas estão trocando os confortos tradicionais por desafios intelectuais na hora de escolherem seus destinos de viagem.

Os especialistas em viagens Brown + Hudson, com sede em Londres, criaram um plano chamado de “luxpeditions” – pacotes de viagens que prometem experiências transformadoras em destinos remotos, tais como Coréia do Norte, Panamá e República Democrática do Congo. Já o The Extraordinary Adventure Club convida os viajantes para testar seus aspectos físicos e fronteiras mentais nas viagens, a fim de construir uma “autoconfiança renovada e duradoura”. A fundadora, Calum Morrison, cria itinerários que combinem treinamento, coaching e terapia ao longo de períodos de, no mínimo, seis meses.

A companhia Blue Marble Private planeja para este ano uma viagem para explorar o Titanic em parceria com a empresa de pesquisa OceanGate. A ideia do “cruzeiro” é que os hóspedes sejam tratados como parte da tripulação do navio trabalhando a bordo, para que se sintam, de fato, vivenciando o dia a dia do Titanic anos atrás.

Destinos improváveis e remotos? Bem legal. Vivenciar experiências, tal como essa do Titanic? Tenho minhas dúvidas…

No fundo do mar

Acredite: a última tendência do mercado de luxo é uma série de lançamentos de restaurantes, hotéis e programas de viagem subaquáticos. É, embaixo do mar. “O oceano é a nova localização elegante e desejável”, segundo o estudo da JWT.

Na Noruega, o primeiro restaurante submarino da Europa abre em 2018. Projetado pela empresa de arquitetura Snøhetta, ele foi batizado de Under – embaixo, em inglês, e um substantivo norueguês que significa maravilha. Localizado perto da aldeia de Båly na Costa sul da Noruega, ele dará aos clientes uma vista panorâmica do oceano enquanto eles fazem suas refeições. Além de servir iguarias norueguesas, o local também foi desenvolvido para ser um centro de pesquisa para estudos da vida marinha.

Indo um pouco além, Dubai terá um resort em 2020 chamado Floating Venice, com restaurantes, bares, spa, lojas e acomodações embaixo d’água, dando aos hóspedes uma visão clara do oceano em 100% do tempo. Meio invasivo, não?

Reportar

Escrito por Mariana Toledo

Jornalista por vocação e atriz por paixão. Tenho como sonho publicar um livro de crônicas e como objetivo de vida conhecer todos os restaurantes de São Paulo - cidade onde nasci, cresci e amo. Mas bem que às vezes tenho vontade de jogar tudo pro alto e fugir para a praia...

Anos de UoD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Gostou do post?

82 points
Upvote Downvote