in ,

The Future 100: As tendências para 2018 em saúde

A J. Walter Thompson Intelligence realiza todos os anos um compilado de tendências para ficar de olho no ano que está por vir, o The Future 100. Por meio do site deles, o conteúdo pode ser baixado gratuitamente, em PDF.

As tendências para 2018 são divididas em dez tópicos: Cultura, Tecnologia e Inovação, Viagem e Hospitalidade, Brands e Marketing, Comida e Bebida, Beleza, Varejo, Saúde, Luxo e Lifestyle.

Ao longo das últimas duas semanas, destaquei aqui no UoD o que achei de mais interessante em cada uma das categorias – tanto para o bem quanto para o mal. Abaixo, seguem as tendências na área de Saúde.

Comida x Remédios

Que a nossa alimentação sempre esteve diretamente relacionada à nossa saúde e bem-estar, isso todo mundo sabe. O que está começando a mudar, na verdade, é o crescimento do número de pessoas que substituem os antibióticos e remédios químicos para apostar em uma cura mais natural: a comida.

À medida em que sucos verdes e suas variações (anti-gripe, anti-inflamatório, pró-sistema imunológico) permeiam paladares de consumo, as marcas voltam seus focos às qualidades medicinais dos alimentos. Nos EUA, por exemplo, há um programa de assinatura chamado Euphebe que se define como uma “empresa de saúde cuja receita é a comida”. Ela oferece a seus clientes refeições plant-based, veganas e que trazem, em suas embalagens, explicações detalhadas dos benefícios para o corpo de cada um dos produtos. A assinatura mensal custa 650 dólares.

De fato existem milhares de pesquisas ligando a nutrição a uma série de problemas de saúde, tais como doenças cardíacas, diabetes e câncer. Enquanto nos EUA o Controle e Prevenção de Doenças estima que quase metade de todos os adultos possuam uma condição médica crônica, é de interesse tanto dos centros médicos quanto da população investir cada vez mais na cura pelos alimentos: mais barata, mais saudável e mais natural.

VR na terapia

Assim como a realidade virtual tem encontrando suas utilidades na educação, moda, audiovisual, marketing e tantos outros setores, a tendência não ficou de fora da área da saúde.

Jacki Morie, fundadora da companhia All These Worlds de realidade virtual, encontra aplicações para saúde e bem-estar nessa tecnologia – essa, inclusive, é para ela a parte mais fascinante do VR. A ideia é fazer uso da tecnologia para ajudar com a saúde física e com a reabilitação, em termos de percepção de si mesmo e do que você pode ou não pode fazer com seu próprio corpo.

Até a NASA está envolvida nas pesquisas para desenvolver uma nova terapia social usando VR para astronautas em voos de longa duração. Já a empresa suíça MindMaze tem usado o VR para reabilitar e melhorar as habilidades motoras em pacientes que sofreram um AVC.

Técnicas de meditação e exercícios para saúde mental também fazem parte dos usos da tecnologia no segmento.

A farmácia vai ao consumidor

Se hoje você consegue comprar alguns produtos da farmácia via assinatura mensal, recebendo-os pelo correio sem precisar sair de casa – como maquiagens e demais produtos de cuidados de beleza, por exemplo – a ideia é que esse serviço cresça e abranja cada vez mais setores dentro das farmácias.

Já existem serviços como o Care/of que entrega, mensalmente, um pacote de vitaminas personalizadas por aproximadamente 30 dólares por mês. As marcas Cora, Lola e Trampon Tribe também entregam tampões absorventes mensalmente. Escovas de dente, como a marca de escovas elétricas Quip, também estão entrando nesse mercado: a Quip entrega novas cabeças de escova, pasta de dente e até baterias a cada três meses.

A mais inovadora é a Capsule, farmácia digital criada em Nova York. Ela funciona como um Uber: você solicita o medicamento via aplicativo, que funciona 24 horas por dia, e o recebe em casa ou no escritório no prazo máximo de duas horas. Entregas também podem ser agendadas através do aplicativo.

What do you think?

82 points
Upvote Downvote

Written by Mariana Toledo

Jornalista por vocação e atriz por paixão. Tenho como sonho publicar um livro de crônicas e como objetivo de vida conhecer todos os restaurantes de São Paulo - cidade onde nasci, cresci e amo. Mas bem que às vezes tenho vontade de jogar tudo pro alto e fugir para a praia...

Years Of Membership

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Loading…

0