Nenhum produto é lançado sem testes. Sessões de teste são determinantes para aprimorar, encontrar erros/acertos e ajustar algo chamado processo iterativo.

Basicamente, design iterativo tem a ver com um ciclo de prototipar algo (um produto, um software, um game etc.), testar, fazer ajustes e testar novamente. O vídeo a seguir explica isso de maneira bem didática no cenário dos games:

No caso de games, sessões de beta test de games são basilares para encontrar problemas nas mecânicas e dinâmicas do jogo. Alguns pontos recorrentes em sessões de beta test são: 1) jogadores não entendem a sequência de ações (problemas comuns: manual confuso, falta de um tutorial); 2) a mecânica não dialoga com a narrativa (problemas comuns: jogos de franquias que foram enxertados em mecânicas prontas; recursos narrativos independem da mecânica porque foram feitos por times separados); 3) jogadores não se divertem; ficam entediados (problemas comuns: longos turnos com longos processos que não demandam que haja atenção entre os players); 4) jogo se mostra desequilibrado (problemas comuns: super poderes, “combos” mortais surpresa, pontuações que se resolvem independente do desempenho dos players, sorte x estratégia); 5) protótipo não deixa claro o jogo em si (problemas comuns: componentes mal feitos com arte pobre; manuseio ruim); 6) game não possui um tempo determinado, algumas partidas voam e outras se ampliam por uma eternidade (problemas comuns: falta de um limite de turnos ou definição clara nas regras de como o jogo termina); 7) regras não são memorizadas depois de insistentes partidas (problemas comuns: manual com redação problemática ou mecânicas demais em sobreposição); 8) jogo não se ajusta mesmo após várias sessões (problemas comuns: muitas pessoas envolvidas no processo de iteração; não são feitas anotações consistentes; jogo acompanhado sem atenção).

Testar o seu protótipo provavelmente irá revelando aos poucos esse problemas comuns. Cada caso é um caso e todo game precisa ser testa até a exaustão.

Como diz um famoso “mantra” de game design: beta test não é você testar sozinho seu jogo 100 vezes, mas 100 pessoas testarem uma vez dando feedback consistente.

#GoGamers