Degustar um novo restaurante é uma experiência que requer todos os sentidos, e começa muito antes do couvert: a gente saboreia, inclusive, o nome – porque tudo está conectado e nada é por acaso. E viajar é, bastante, sobre isso, não?

Em Barcelona, uma nova casa “diferentona” tem ganhado um hype inédito. My Fucking Restaurant, assim mesmo, com palavrão e tudo, não tem papas na língua para propor um novo conceito de dinning. O que não é lá grande novidade e tão ousado assim, mas entrega algo bom de verdade (o que é cada vez mais difícil, admita).

Fundado pelos chefs italianos Matteo e Nico, que há mais de 10 anos vivem em Barcelona, o restaurante tinha a missão de ser inesquecível em todos os quesitos, e sabiam que, para fazê-lo, era preciso ousar.

Donos de dois bares bem sucedidos na mesma cidade espanhola, “Oviso” e “La Castanya”, era previsível que qualquer empreitada gastronômica liderada pelos chefs cairia muito bem em qualquer país, e no fim do ano passado eles provaram que não estávamos errados.

My Fucking Restaurant é a pérola do bairro de Raval, na lendária Nou de la Rambla, e usa o contra-senso para apimentar as coisas: por fora, parece um bar qualquer, com um balcão generoso e 10 ou 12 banquetas, mas uma vez lá dentro e a coisa toda muda, com um ambiente moderno e intimista, com mesas de madeira, parede de pedra, luzes quentes e alguns quadros nas paredes. A casa comporta cerca de 30 clientes e é ideal para uma noite prolongada ao lado de poucos amigos (até, porque, ninguém tem tantos amigos assim).

No cardápio, a ousadia continua, misturando tapas com receitas familiares italianas – e isso vale para os aperitivos (que vão de 4 a 15 euros) aos pratos principais (de 8 a 16 euros), passando pelas sobremesas (5 euros). Para acompanhar tanta empolgação, uma lista de vinhos (18 a 35 euros) duela pela predileção dos clientes com uma boa variedade de drinks (7 euros).

Indecisos de plantão “sofrem” diante de um menu extenso, mas na casa de Matteo e Nico podem escoar suas angústias num belo menu degustação. Por 35 euros por pessoa, os comensais podem se deliciar com os 10 pratos servidos, incluindo a entrada e a sobremesa.

Para finalizar a experiência daquele jeito todo, todo especial, a dica é apostar no raques de xocolata amb bourbon, uma sobremesa assinada que equilibra bem a potência do cacau com a austeridade do bourbon.

Com opções para todos os gostos e bolsos, My Fucking Restaurant é um daqueles lugares que nos fazem querer comprar imediatamente uma passagem para Barcelona. De preferência, sem volta.

Anota aí!