A password will be e-mailed to you.

Trip FM com Sérgio Guizé e Willy Biondani a dupla se prepara para um novo desafio. Sérgio vai viver seu primeiro protagonista no filme Além do Homem, obra que também marca a estreia do Willy como diretor de longa.

Sérgio Guizé e Willy Biondani

Nos últimos anos o ator Sérgio Guizé tem emplacado um protagonista atrás do outro nas principais novelas da Rede Globo. Em 2013 ele foi João Gibão, na Saramandaia. Logo depois vieram o Caíque, de Alto Astral, o maravilhoso Cândinho, de Êta Mundo Bom e, mais recentemente, o Gael, na recém-encerrada novela O Outro Lado do Paraíso.

Willy Biondani é um celebrado fotógrafo e diretor de filmes publicitários. Em 2005, fundou a Bossa Nova Films, uma importante produtora brasileira de publicidade, televisão e cinema.

Agora essa dupla se prepara para um novo desafio. Sérgio vai viver seu primeiro protagonista no filme Além do Homem, obra que também marca a estreia do Willy como diretor de longa metragem.

Na conversa com o Trip FM a dupla fala sobre esse filme e sobre o “frio na barriga” que antecede essa nova etapa em suas carreiras. Além disso, Sérgio comenta o lado bom do sucesso e o lado ruim da fama e conta como foi a batalha para sair da periferia de Santo Andre e se consagrar como ator: “Sempre me senti um fracassado. Isso que me fez lutar tanto”.

ASPAS SERGIO GUIZE

“Pra fazer novela você tem que ter uma concentração física e psicológica porque se bobear você acaba doente”.

“No final [das gravações do O Outro Lado do Paraíso] eu só pedia ‘pelo amor de Deus, preciso voltar a ser eu’”

“Eu gosto de fazer novela, mas não quero que minha vida vire uma novela”

“Antes da TV eu vivia da arte marginalizada”

“Sempre me senti um fracassado. Isso que me fez lutar tanto”.

“Fazer qualquer coisa no Brasil é difícil”.

“Eu sou da favela, da onde eu venho não tem essa de ‘comunidade’”

“Eu era motoboy e fazia aula de teatro, queria ser ator. OS caras achavam que eu era louco”.


Sobre o Trip FM

Paulo Lima

Produzido pela revista Trip há mais de 30 anos, o programa é apresentado por Paulo Lima, fundador e publisher da editora Trip. A cada semana, o TRIP FM recebe um convidado diferente, que se destaca na sua área, para uma conversa que mistura jornalismo e bom humor. Além das entrevistas, o TRIP FM traz notícias, músicas e informação, fórmula que já lhe garantiu o prêmio de Melhor Programa de Variedades do Rádio pela Associação Paulista de Críticos de Arte, a APCA.

No more articles

Send this to a friend