in ,

Microlino: o carro compacto que pode dominar as ruas

No caso de carros, tamanho é mesmo documento: veículos grandes, por exemplo, são um atestado de pensamento retrógrado – a não ser quando são realmente necessários, claro, mas são poucas as ocasiões e situações que os gigantes motorizados se fazem indispensáveis.

O mundo das grandes estruturas privadas agora dá espaço ao público, e o que parece levar de um a outro são carros compactos. E, não, não estamos falando dos “compactos” que vemos pelas ruas, mas de alternativas realmente pequenas; daquelas que talvez não solucione o problema do trânsito, mas talvez dê alguma esperança.

Ah, e nesta nova era mais consciente, não basta ser pequeno, tem de ser ecofriendly também, óbvio.

Quem preenche todas essas lacunas é o resoluto Microlino, que teve seu debute mundial no Salão do Automóvel de Genebra, em 2016, mas que acaba de passar com louvor em todos os testes de qualidade e segurança e agora está devidamente autorizado a rodar pelas estradas européias.

As produções do pequeno prodígio, aliás, começam já em dezembro deste ano. A Suíça será o mercado de estréia, mas depois o carrinho segue para a Alemanha, em 2019.

Com 2,4 metros de comprimento, o novato tem design inspirado no clássico Isetta, da BMW, apresentado em 1956.

Seu motor elétrico atinge 90 quilômetros de velocidade máxima, e vai de 0 a 50 km/h em apenas 5 segundos – uma marca respeitável diante do impacto ambiental quase nulo.

Para quem se preocupa com a autonomia do possante, a boa notícia é que existem duas versões diferentes: uma que garante 126 km rodados em uma única carga, e outra que entrega 202 km de autonomia. Tudo depende, claro, do tamanho da bateria.

Outro ponto positivo é que o Microlino não precisa de nenhuma estrutura especial para ser recarregado – a sua tomada aí de cada dá conta do recado mesmo.

Apesar das estruturas enxutas e de toda conveniência, o bichano é vendido por aproximadamente 12 mil euros – uma cifra não muito distante dos carros convencionais.

O que fica claro aqui é que o futuro tem lá seu preço, mas pelo menos ele parece bem bonitinho – e dispensa estacionamento.

Reportar

Mentor

Escrito por Eloa Orazem

Sobreviveu ao retorno de Saturno, mas não o fez intacta: se (des)fez em pedaços ao longo do caminho, e agora tenta montar um quebra-cabeça pessoal que faça algum sentido. As dúvidas e as mudanças perdoam a carreira -- Eloá é jornalista há dez anos, e tem passagens por revistas, sites, televisão e rádio.

Anos de UoDUsuário VerificadoContent Author100 Posts Mr. Postman!

One Comment

Leave a Reply

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Gostou do post?

82 points
Upvote Downvote