O video principal já circulou há alguns meses. Não vejam. Apesar de não aparecerem cenas dos assassinatos, é de uma violência intolerável. Se já viram, tentem esquecer.

Mas o assunto aqui não é reviver o fato (que, de verdade, não deveria sair nunca das nossas cabeças).

É ver aonde a BBC foi para contradizer os governos e suas milícias digitais que insistentemente classificaram como fake news ou empurraram o “problema” para outro país. Acesse o link para acompanhar esta história diretamente na timeline da BBc e entender melhor.
Brilhante.
Via Cristiano Cruz.

Total
15
Shares