O olhar sci-fi sobre Tokyo de Liam Wang

Liam Wang, apesar do que pode parecer, é escocês e hoje mora em Montreál. Só pela divertida apresentação valeria conhecer sua história, mas é a partir de seu olhar que mais iremos nos surpreender. Escolhido pela revista Forbes em sua lista de 30 under 30, Wang é também o mais jovem diretor de arte em uma das maiores empresas de games hoje, a Ubisoft Montreál, não antes de seu primeiro jogo, Colour Code, ainda na faculdade, ter sido nomeado a dois BAFTAs.

Aqui, após fazer uma visita a Tóquio e ter se vislumbrado com a cidade à noite, vamos conhecer mais um “primeiro” projeto, desta vez pelo mundo da fotografia, chamado de ‘Tokyo Nights (TO:KY:OO), confira:

clique nas imagens para ampliar

“Eu crio, capturo e desenvolvo estéticas com significado.”, diz Wang. É inegável que Tokyo por si só tem sua parcela em inspirações, mas aqui, essa criação estética me levou diretamente às ruas inspiradas do clássico neo-noir de Ridley Scott. Não a toa. A inspiração é explicita, como ele mesmo diz em uma entrevista à BBC: “Era como estar no mundo cyberpunk que Syd Mead tinha criado para Blade Runner.”

Você pode acompanhar o projeto no instagram de Wang aqui.

E falando em estética inspirada em Blade Runner, separei um artigo que explora a simetria e cores no mais recente filme da (hoje) franquia neste link.

Total
16
Shares