in

Popeye’s: galinha de apoio emocional

No começo do ano, as notícias sobre os animais de apoio emocional (nos Estados Unidos) bombaram. Trata-se de uma nova categoria de animais que foram liberados para viajar junto com seus donos DENTRO da cabine do avião porque promovem um suporte emocional para pessoas que possuem um quadro emocional de ansiedade. Ou seja, para acalmar seus donos durante o vôo.

Rapidamente ficou muito claro a elasticidade desse conceito, já que o que não falta no mundo são malucos com animais exóticos. E foi assim que surgiu uma espécie de zoológico aéreo, com os tradicionais cachorros e gatos, mas também coelhos, hamsters, tartarugas, aranhas (!), filhotes de canguru (!!), cobras (!!!), entre outros. E com eles, todo tipo de situação. A Delta, por exemplo, registrou um aumento de 84% de incidentes relacionados a animais como urina correndo pelo corredor do avião, mordidas e odores.

“Pig on Plane” foi destaque na imprensa

Enfim, bizarro. Problemas de primeiro mundo.

O Apoio da Rede Popeye’s

Mas quem resolveu se beneficiar desse cenário tragi-comico foi a rede Popeye’s (maior concorrente do KFC), que lançou uma lancherinha em forma de galinha, cheia de frango frito e com um letreiro bem grande escrito “GALINHA DE APOIO EMOCIONAL”.

Reduzindo ansiedade? Talvez. Mas a fome, com certeza

Tá certo. Ninguém falou que o tal animal de apoio não poderia estar frito.

A simpática galinha em forma de lancheira realmente chama atenção na mão de passageiros transitando pelos aeroportos e instiga a curiosidade de muita gente. E quando conseguem ler o letreiro, fica ainda melhor.

quem disse que galinha não voa?

Reportar

Gostou do post?

82 points
Upvote Downvote
Legend

Escrito por Wagner Brenner

Fundador e editor do Update or Die!

Comentários

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0