Cinema

Indicados ao Oscar 2019 tem Pantera Negra e Netflix pela primeira vez

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood divulgou hoje os indicados ao Oscar 2019 por meio de transmissões ao vivo no YouTube e Facebook.

Os indicados

Algumas surpresas figuram na lista, como filmes que não foram indicados em premiações anteriores ao Oscar, como o Globo de Ouro e o Critics Choice Awards. Confira a lista completa de indicados abaixo:

Melhor Filme Estrangeiro
Guerra Fria (Polônia)
Cafernaum (Líbano)
Never Look Away (Alemanha)
Roma (México)
Assunto de Família (Japão)

Melhor Roteiro Original
Roma
A Favorita
First Reformed
Green Book
Vice

Melhor Roteiro Adaptado
A Balada de Buster Scruggs
Infiltrado na Klan
Se a Rua Beale Falasse
Nasce Uma Estrela
Poderia Me Perdoar?

Melhor Documentário
Hale County This Morning, This Evening
Minding the Gap
Of Fathers and Sons
RBG
Free Solo

Melhor Animação
Incríveis 2
Ilha dos Cachorros
Mirai
WiFi Ralph
Homem-Aranha no Aranhaverso

Melhor Fotografia
Guerra Fria
A Favorita
Never Look Away
Roma
Nasce Uma Estrela

Melhor Montagem
Infiltrado Na Klan
Bohemian Rhapsody
A Favorita
Green Book
Vice

Melhor Trilha Sonora
Infiltrado Na Klan
Se a Rua Beale Falasse
Pantera Negra
Ilha dos Cachorros
O Retorno de Mary Poppins

Melhor Canção Original
All the Stars (Pantera Negra)
I’ll Fight (RBG)
The Place Where Lost Things Go (O Retorno de Mary Poppins)
When a Cowboy Lose His Wings (A Balada de Buster Scruggs)
Shallow (Nasce Uma Estrela)

Melhor Design de Produção
Pantera Negra
A Favorita
O Primeiro Homem
Mary Poppins Returns 
Roma

Melhor Figurino
A Favorita
Pantera Negra
O Retorno de Mary Poppins
Duas Rainhas
A Balada de Buster Scruggs

Melhor Maquiagem e Cabelo
Border
Duas Rainhas
Vice

Melhor Edição de Som
Pantera Negra
Bohemian Rhapsody
O Primeiro Homem
Um Lugar Silencioso
Roma

Melhor Mixagem de Som
Pantera Negra
Bohemian Rhapsody
O Primeiro Homem
Roma
Nasce Uma Estrela

Melhores Efeitos Visuais
Vingadores: Guerra Infinita
O Primeiro Homem
Christopher Robin
Jogador N° 1
Han Solo – Uma História Star Wars

Melhor Curta-Metragem
Detainment
Fauve
Marguerite
Mother
Skin

Melhor Animação em Curta-Metragem
Animal Behaviour
Bao
Late Afternoon
One Small Step
Weekends

Melhor Documentário em Curta-Metragem
Black Sheep
End Game
Lifeboat
Period. End of Sentence
A Night at the Garden

Melhor Ator Coadjuvante
Mahershala Ali (Green Book)
Adam Driver (Infiltrado na Klan)
Sam Elliott (Nasce Uma Estrela)
Richard E. Grant (Can You Ever Forgive Me)
Sam Rockwell (Vice)

Melhor Atriz Coadjuvante
Amy Adams (Vice)
Marina de Tavira (Roma)
Regina King (Se a Rua Beale Falasse)
Emma Stone (A Favorita)
Rachel Weisz (A Favorita)

Melhor Ator
Christian Bale (Vice)
Bradley Cooper (Nasce Uma Estrela) 
Rami Malek (Bohemian Rhapsody)
Viggo Mortensen (Green Book)
Willem Dafoe (No Portão da Eternidade)

Melhor Atriz
Yalitza Aparicio (Roma)
Glenn Close (A Esposa)
Olivia Colman (A Favorita)
Lady Gaga (Nasce Uma Estrela)
Melissa McCarthy (Poderia Me Perdoar)

Melhor Diretor
Spike Lee (Infiltrado na Klan)
Pawel Pawlikowski (Guerra Fria)
Yorgos Lanthimos (A Favorita)
Alfonso Cuarón (Roma)
Adam McKay (Vice)

Melhor Filme
Pantera Negra
Infiltrado na Klan
Bohemian Rhapsody
Green Book
A Favorita
Roma
Nasce Uma Estrela
Vice

Surpresas
Essa edição do Oscar contou com alguns feitos inéditos e surpresas em relação ao que se esperaria da edição 2019. A atriz e cantora Lady Gaga, por exemplo, faz história ao ser indicada como melhor atriz por Nasce uma Estrela e por Melhor Canção do mesmo filme por Shallow –a primeira pessoa a atingir tal feito.
Na categoria de Melhores Efeitos Visuais, as produções da Disney Han Solo – Uma História Star Wars (filme mal recepcionado tanto pela crítica quanto pelo público) e Christopher Robin – Um Reencontro Inesquecível figuram como novidades.


Outra indicação inédita foi A Balada de Buster Scruggs nas categorias Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Canção Original e Melhor Figurino. A produção da Netflix (que para participar da premiação foi exibida em pouquíssimas salas de cinema) narra seis contos que se passam no velho-oeste estadunidense, e apesar de ter sido aclamada pela crítica, não figurou entre os indicados ao Globo de Ouro ou ao Critics Choice Awards desse ano. Caso semelhante ocorreu com a atriz coadjuvante Marina de Tavira, que apesar de participar de um filme líder em indicações desse ano (Roma), não concorreu anteriormente na categoria em questão nas premiações que antecedem ao Oscar.


Apesar de tudo isso, é provável que a maior surpresa tenha ficado por conta de um feito inédito: a primeira vez que um filme de super-herói figura na principal categoria da premiação com Pantera Negra.

A importância do filme como um símbolo para as comunidades negras dos EUA e do mundo todo é tamanha que o longa conta com marcas extremamente expressivas como a de 3º filme a chegar mais rápido em U$ 500 milhões, 4ª arrecadação mundial dos estúdios Marvel, Maior bilheteria de estreia de fim de semana em fevereiro nos EUA e Brasil, a 5ª maior bilheteria da história dos EUA, entre diversos outros. Isso porque o filme trata de algo extremamente íntimo e que não recebe a atenção devida por grande parte dos filmes: representatividade. Em um cenário em que existem poucos super-heróis e super-heroínas negras tanto nos quadrinhos quanto nos cinemas, Pantera Negra é revigora o gênero ao abordar questões raciais de forma direta, sem cortes. Ao ressaltar essas questões com coerência e carisma, Pantera Negra se mostra uma ótima surpresa, concorrendo em sete indicações ao todo.

Pantera Negra

Liderança
Não foi só com Pantera Negra que a Disney acertou: nessa edição de 2019, ela conta com 17 indicações ao todo, liderança entre as produtoras. O 2º lugar ficou empatado entre a Fox Searchlight e Netflix (15 cada) e a Annapurna Pictures em seguida, com 14 indicações ao todo.
Em relação aos longas, Roma e A favorita lideram em número de indicações: 10 cada. O primeiro, produção Netflix disponível na plataforma desde o ano passado, foi dirigido pelo mexicano Alfonso Cuarón (ganhador do Oscar de Melhor Diretor por Gravidade em 2014), e conta a história de uma empregada doméstica da década de 70, que trabalha em uma casa de classe média. Já A Favorita se passa na Inglaterra do século XVIII, e traz a história de Sarah Churchill, a Duquesa de Marlborough, que exerce sua influência na corte da época sendo conselheira e amante secreta da figura máxima da monarquia inglesa: a Rainha Ana.

Diversidade
Um ponto constante na premiação desde o movimento #OscarsSoWhite de 2016, a cada edição desde então a Academia parece dar um passo na direção correta. Três indicados a categoria Melhor Filme e tratam direta ou indiretamente de racismo: Infiltrado na Klan, Pantera Negra e Green Book – O guia. Em relação aos atores, Yalitza Aparicio e Marina DeTavira por Roma, Regina King por Green Book – O guia, Regina King por Se a Rua Beale Falasse e Rami Malek por Bohemian Rhapsody receberam indicações por suas respectivas interpretações, e o diretor Spike Lee finalmente foi reconhecido por sua primeira indicação ao Oscar de Melhor Diretor por Infiltrado na Klan.

A cerimônia da premiação acontece dia 24 de fevereiro no Dolby Theatre, em Hollywood.
Pela primeira vez em 30 anos, o evento não contará com um apresentador ou apresentadora, por conta da recusa do comediante Kevin Hart (inicialmente escalado) em pedir desculpas por publicações homofóbicas que fez em 2018. Como solução, a premiação escalou vários artistas para essa função, com figuras extremamente conhecidas pelo público (como o elenco de Vingadores- Guerra Infinita) para exercê-la.

Comente

Ad Blocker Detected!

Refresh