in ,

Fotos ilustram as dificuldades de preparar comida na Antártida

As temperaturas na região da Antártida estão entre as mais geladas do mundo, podendo atingir números como -70 °C.

Entre as diversas dificuldades que o frio extremo causa, estão a impossibilidade de acessar a área com automóveis e, principalmente, cozinhar qualquer coisa ao ar livre. Nada de churrasco com os amigos por lá.

O astrobiólogo Cyprien Verseux trabalha por ali, mais especificamente na Estação Concordia – uma das bases científicas mais remotas do mundo – e registrou em fotos como é, na prática, esse processo de tentar cozinhar. 

O fato é que tudo vira comida congelada – e não estamos falando aqui de lasanha ou massas prontas, que são propositalmente congeladas – e sim de ovos, omeletes, miojo e sobremesas.

Nas imagens compartilhadas por ele, vemos a gema e a clara do ovo congelando assim que ele é quebrado, o miojo levando mais tempo para congelar completamente do que levaria para ficar pronto dentro de uma panela, e um pão que tinha como acompanhamento uma calda de chocolate – virou um sorvete, talvez? 

O cientista não é muito fã do Instagram, mas atualiza sempre seu twitter com relatos e fotos de sua rotina na terra fria. Vale segui-lo por lá, no @cyprienverseux. 

Veja algumas das fotos aqui: 

Reportar

Legend

Escrito por Gustavo Giglio

Updater, sócio do UoD, diretor de marketing/novos negócios.

100 Posts Mr. Postman!1000 Posts NinjaContent AuthorStory MakerVotador!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Gostou do post?

84 points
Upvote Downvote