in ,

Os Maias inventaram as histórias em quadrinhos?

Que as histórias em quadrinhos não são novidade – e nem coisa do século passado, por exemplo, e sim de muito antes – isso nós já sabemos. Mas o estudioso e linguista Soren Wichmann, da Universidade de Leiden, Holanda, tem uma teoria que credita a criação do estilo literário aos povos maias.

Wichmann, inicialmente, publicou seus pareceres em um artigo acadêmico: “Os Primeiros Quadrinhos da América”. A teoria evoluiu e se tornou um capítulo inteiro de um livro, o “The Visual Narrative Reader”. 

O teórico volta no tempo para explicar a origem de tudo isso. Os vasos maias, por exemplo: eram decorados com textos e desenhos que contam uma história ao redor do item – como se ele tivesse sido “envelopado” por um quadrinho, com direito a recursos gráficos que conferem movimento e ação para os personagens. Datados de 600 a 900 d.C., os objetos eram “a forma de arte mais elevada que se conhecia”, segundo Wichmann, que afirmou ainda se tratar de uma forma altamente valorizada de narrar histórias. E é fato: no período, esses utensílios eram usados como moeda de troca em situações como formações de alianças entre territórios ou ainda negociações políticas.

A essa altura, você provavelmente está pensando que os homens das cavernas, lá na Pré História, também faziam isso. Mas o especialista pontua a diferença: a questão é que a arte dos maias se assemelha muito aos desenhos modernos, uma vez que traz texto, movimento, sensação e humor.

Isso sem mencionar as metáforas.

Na época, eles já usavam o fogo como forma de representar a raiva, por exemplo, mostrando como concebemos tais ideias abstratas desde muito tempo atrás. 

Em relação às diferenças entre o trabalho dos maias e os mais contemporâneos está o conhecimento da história por parte dos “leitores”.

As obras maias parecem apontar cenas de histórias já conhecidas, como se fossem fábulas, contos, tramas com as quais a sociedade já estava familiarizada. Como no Egito Antigo.

É claro que cada arte tem suas próprias convenções – isso é facilmente compreendido quando levamos em conta os contextos históricos, sociais, comportamentos entre outros fatores – mas as semelhanças são muitas e a conclusão da pesquisa é que os maias provavelmente são mesmo os responsáveis por essa forma de narrativa, presente até os dias atuais.

Reportar

Gostou do post?

86 points
Upvote Downvote
Hero

Escrito por Gustavo Giglio

Updater, sócio do UoD, diretor de marketing/novos negócios.

100 Posts Mr. Postman!1000 Posts NinjaContent AuthorStory Maker

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0