in , ,

SXSW: Olivia Wilde – behind blue eyes

Ela ficou mundialmente conhecida por seus trabalhos em frente às câmeras, como fez em “The O.C.”, “House” e “Vinyl”, mas hoje é aclamada mesmo longe dos sets de gravação: Olivia Wilde é, nos final das contas, muito mais do que uma bela atriz.

Com 34 anos e mãe de dois filhos, a nova-yorkina radicada em Los Angeles aproveita o holofote para falar mais do que arte e cultura, e é parte das mulheres poderosas de Hollywood que estão liderando mudanças importantes – na indústria cinematográfica e além.

Feminista declarada, Wilde diz que nenhuma dessas facetas é realmente uma novidade, já que sempre foi ligada a obras filantrópicas. “Fui criada com esse senso de responsabilidade; com a ideia de deixar o mundo melhor do que antes. Meus irmãos também compartilham deste sentimento”, revelou em entrevista ao Urbanette.

Esta mesma ética a fez adotar o lifestyle vegano: “eu acredito que ser vegana é algo maravilhoso por muitas razões diferentes – e aqui falo de questões ambientais, políticas e até humanitárias”, afirma.

Agindo mais do que falando, Wilde faz parte de um grupo de artistas que ajudam regiões fragilizadas do mundo, com ações contínuas no Haiti – são eles, por exemplos, que estão por trás da única escola secundária gratuita do país. A atriz participa ainda do Half The Sky Movement, que ajuda meninas e mulheres na África.

Ela, que acredita que voluntarismo e filantropia são conceitos que implicam atitude, tem se aproximado também do campo da política, e esteve em palanques democratas nas últimas eleições. Apesar do apoiar publicamente certos candidatos, Wilde garante que aprendeu com o avô jornalista a desconfiar e questionar tudo que lhe parece suspeito, e que ela mesmo o faz com frequência – o que, novamente, a aproxima ainda mais das políticas e ações humanitárias que tanto incentiva.

É por conta desse background que mistura cinema, música (ela dirigiu vídeo clipes, como o da música “Dark Necessities”, do Red Hot Chilli Peppers), filantropia, negócios e políticas que a garota de Nova York troca, por alguns dias, sua ensolarada Los Angeles para falar ao público em Austin, durante o SXSW.

Report

What do you think?

85 points
Upvote Downvote
Expert

Written by Eloa Orazem

Sobreviveu ao retorno de Saturno, mas não o fez intacta: se (des)fez em pedaços ao longo do caminho, e agora tenta montar um quebra-cabeça pessoal que faça algum sentido. As dúvidas e as mudanças perdoam a carreira -- Eloá é jornalista há dez anos, e tem passagens por revistas, sites, televisão e rádio.

Years Of MembershipVerified UserContent Author100 Posts Mr. Postman!

One Comment

Leave a Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *