14.1 C
Sao Paulo
17/11/2019
Criatividade

Extra Ordinary, uma quase-história de terror

Na história de “Extra Ordinary”, Rose, uma instrutora de direção doce e solitária que vive na Irlanda rural, é dotada de habilidades sobrenaturais. Ela tem uma relação de amor e ódio com esses talentos e tenta ignorar, de forma constante, os pedidos dos espíritos dos habitantes locais para exorcizar coisas como lixeiras possuídas ou cascalhos assombrados.

A coisa começa a se desenrolar quando Christian Winter, um astro de rock daqueles que só lançaram um hit e caíram no esquecimento, faz um pacto com o diabo para pedir justamente seu retorno ao estrelato. Sem querer, Winter joga um feitiço em uma adolescente local, e o pai aterrorizado, Martin Martin, pede ajuda a Rose para salvar sua filha. Rose, então, tem de superar o medo que sente de seu próprio dom sobrenatural e trabalhar com Martin para recuperar a garota.

Um pouco confuso, talvez? É. Na própria ficha técnica do filme, a equipe define seu gênero como ação, comédia, terror, mistério e romance. A obra é irlandesa e tem pouco mais de 1h30 de duração.A direção do longa é de Mike Ahern e Enda Loughman – a dupla de diretores já havia trabalhado em parceria anteriormente, em dois projetos de curtas-metragens, “Mr. Foley” e “The Hatch”, e agora faz sua estreia com uma obra de longa-metragem. Ambos, inclusive, fazem participações especiais no filme. O elenco de “Extra Ordinary” conta com Will Forte, Maeve Higgins e Claudia O’Doherty.

Eu gostei. 

Posts Relacionados

O line-up musical inicial do SXSW 2020

Gustavo Giglio

SXSW Panel Picker: vote e ajude escolher os painéis do ano que vem

Wagner Brenner

Jellysurf, a prancha de surf inteligente que ensina a pegar onda

Eloa Orazem

Comente

Ad Blocker Detected!

Refresh