in

1928 Miller

Reconstruíndo um Miller de 1928

Um projeto de Timothy Anderson.

A história:

Os loucos anos vinte.

Todo fim de semana nos Estados Unidos, milhares de pessoas se reuniam para participar do emocionante espetáculo promovido pot jovens aventureiros que corriam a velocidades “alucinantes” em pistas de terra e madeira, conhecidas como Motordromes.

No centro desse show estava o gênio automotivo e empresário Harry A. Miller, que projetou e construiu carros de corrida em sua oficiana em Los Angeles. Os projetos de Miller dominaram as corridas americanas de 1920 até os anos trinta. Mais de 80% das entradas na pista de Indianápolis eram carros Miller.

A revolucionária série da Miller (apenas 13 foram construídos), representou o auge do design automotivo da época. O carro era como uma flecha, tinha apenas 24 polegadas de largura, com uma distância entre eixos de 100”, alimentada pelo famoso motor “91”da Miller, um 91 c.i. (1,5L) câmara dupla no cabeçote, motor de 8 cilindros em linha refrigerado a água, com compressor sob refrigeração.

O carro fez uma volta de qualificação de 130 mph na pista de Indianápolis naquele ano!

Em 1928, duas unidades frontais foram entregues à equipe de corridas Boyle Valve de Chicago e dirigidas por Cliff Woodbury. No início do verão de 1929, o carro quase foi destruído em um acidente de carro horrível 6 nas faixas de bordo de Altoona, na Pensilvânia. O carro foi consertado e a equipe de Boyle retornou no final da temporada de 29 para entregar um passe de 180 mph em Daytona!

O projeto:

Criar uma réplica em tamanho real do carro nº 10 na série de tração dianteira dos planos Miller / Goosen / Offenhauser originais, como o da corrida de 1929. O carro real está nos estágios iniciais de construção. Esse modelo 3D que você vê aqui no post serviu de pré-montagem para a equipe de restauração e forneceu uma solução para resolver dúvidas sobre a construção do carro. O modelo foi construído e renderizado no Modo v12.2

Reportar

Gostou do post?

26 points
Upvote Downvote
Legend

Escrito por Wagner Brenner

Fundador e editor do Update or Die!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0