in

Na China, já é possível usar reconhecimento facial para usar o metrô

A China já utiliza uma tecnologia de reconhecimento facial em sua luta contra o crime. Já está em vigor no país asiático, mas especificamente na cidade de Shenzhen, uma modalidade de pagamento baseada em reconhecimento facial que faz com que os passageiros não tenham necessidade de utilizar boletos ou cartões magnéticos no metrô.

O procedimento é fácil: os passageiros devem se registrar e associar uma conta bancária; depois, ao chegar próximo a roleta de entrada, o sistema identificará a cada usuário e deduzirá automaticamente o valor do boleto.

Segundo a operadora do metrô de Shenzhen, a tecnologia pôde ser implementada graças à internet 5G de alta velocidade. A inteligência artificial que reconhece os passageiros foi desenvolvida em parceria com a empresa Huawei.

“Para usar cobrança facial no futuro, passageiros deverão fazer um pré-registro de seu rosto e conectar à sua conta de pagamentos”, afirmou um funcionário da estação de Futian ao jornal South China Morning Post.

A ideia é que a tecnologia facilite o tráfico intenso no metrô chinês e ajude a identificar problemas de violência ocasionados por usuários. Em Shenzhen, mais de 5 milhões de viagens são realizadas todos os dias; a cidade é a décima primeira cidade mais populosa do país.

Reportar

Mentor

Escrito por Paula Romano

Jornalista freelancer interessada em arte, tecnologia, cultura e sempre em busca de novas histórias. Uma pessoa que adora viajar, descobrir novidades, aprender, filosofar e que fica feliz com a companhia de um chá, um felino e um bom livro no colo.

Story MakerContent Author100 Posts Mr. Postman!Votador!

One Comment

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Gostou do post?

95 points
Upvote Downvote