in ,

McDonalds e Disney são as marcas que melhor usam o som em suas campanhas

A primeira edição do The Best Audio Brands Ranking 2019, pesquisa criada pela agência global de marcas de som Amp, foi desenvolvida com o intuito de avaliar quais marcas usam melhor recursos de som, como voz e música, para interagir com os consumidores em suas campanhas.

Segundo a própria Amp, o índice revela que muitas marcas estão começando a pensar no som de forma sólida, isto é, da mesma maneira que tratam logos, imagens e marketing visual. “As intenções são estratégicas e criativas, mas ainda há um enorme espaço para melhorias”, analisa a empresa. O que comprova a afirmação é o fato de que, das 100 marcas que aparecem na tabela de 2019, apenas 22% usam efetivamente os recursos de som em seus projetos. 

“Muitas das marcas de alto desempenho são facilmente identificáveis por um único recurso de som, como o jingle do McDonald’s, ‘I’m lovin’it’. Mas esses artifícios, embora reconhecíveis, não são suficientes para a era digital. Sem um ecossistema sonoro mais amplo para utilizar e usar vários dispositivos e formatos, as marcas terão dificuldades para se fazerem ouvir nos próximos anos.”, disse Lars Schalkwijk, estrategista sênior e gerente de produto da Amp. 

O estudo alerta que a abordagem de investir em um único recurso sonoro, tal como um jingle, pode ter sido útil na última década, mas que hoje, em um momento em que os consumidores estão cada vez mais interagindo e descobrindo marcas sonoramente, ela não é mais adequada. 

Julgadas a partir de um rigoroso processo analítico que quantifica o desempenho em relação a uma série de critérios como confiança, reconhecimento, engajamento e eficiência, as marcas podiam marcar de zero a 100 pontos. A amostra fornece um mapeamento de como essas empresas estão ampliando sua presença de áudio além da publicidade, logotipos sonoros ou jingles em plataformas interativas, onde o áudio aumentaria o reconhecimento da marca, o engajamento e a visibilidade. Os grandes destaques, McDonald’s e Disney, marcaram 41 pontos cada. A lista de primeiros lugares conta ainda com Intel, Apple e Coca-Cola, respectivamente. Entre os dez melhores, figuram ainda Shell, Netflix, Nescafé, Google e Amazon – as duas últimas apresentando bom desempenho graças ao impacto de suas tecnologias de voz interativas. 

Por fim, marcas como Spotify, Facebook, Huawei, Honda, Adobe e Visa estão entre as marcas de áudio menos reconhecíveis, apesar da crescente gama de plataformas digitais que usam para interagir com os seus consumidores.

Michele Arnese, fundadora e CEO global da Amp, acrescenta: “O ‘The Best Audio Brands Ranking’ é a primeira auditoria global de áudio das principais marcas do mundo. Através de uma análise rigorosa, ele visa estabelecer um sistema abrangente para avaliar o uso de som, voz e música em branding. Ao avaliar o desempenho geral da marca de áudio em relação a uma série de pilares fundamentais que compõem uma identidade holística de áudio, conseguimos identificar com precisão como as marcas estão aproveitando seus recursos de áudio e identificando as principais áreas de melhoria.”. 

No site da pesquisa, é possível acessar o índice completo e a análise detalhada dos insights. O site também apresenta amostras de áudio de muitas das marcas apresentadas no ranking, além de notas sobre o desempenho individual de cada uma. O relatório será publicado anualmente, com cada interação se baseando no anterior para garantir que os métodos de pesquisa mais avançados disponíveis estejam sendo empregados.

Reportar

Hero

Escrito por Gustavo Giglio

Updater, sócio do UoD, diretor de marketing/novos negócios.

100 Posts Mr. Postman!1000 Posts NinjaContent AuthorStory MakerVotador!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Gostou do post?

5 points
Upvote Downvote