Cinema Música

Joker e a música de Hildur Guðnadóttir

O nome de Hildur Guðnadóttir te diz alguma coisa?

Foi quem compôs a trilha orquestral do filme “Coringa” (“Joker”, do diretor Todd Phillips). Aaaah, mais um compositor islandês criando para o cinema, você pensa. Da Islândia sim, mas compositora. Em um métier totalmente habitado por homens, isso chama a atenção.

E mais: foi essa violoncelista de formação clássica quem compôs a música para a série “Chernobyl” da HBO, e pela qual ganhou um prêmio Emmy mês passado. Música cheia de sons que ecoam o interior dos reatores da usina soviética, e que merece uma escuta atenta.

Hildur iniciou a criação musical para o arqui-inimigo do Batman antes do filme ser rodado, a partir do roteiro – um procedimento pouco comum em Hollywood. Todd Phillips queria saber que tipo de sensações e impressões musicais poderiam brotar sem a referência das imagens, e o resultado agradou aos dois, diretor e compositora. Eu ainda não assisti ao filme, mas gostei do score soturno que acompanha os passos do Coringa, e que pode ser conferido nessa playlist do Spotify – assim como a cena de sua dança solitária em um banheiro imundo, no video mais abaixo.

Aqui, a cena do banheiro:

1 comentário

Kaio Moreira 13 de outubro de 2019 at 8:23 PM

Obrigado por compartilhar o video 🙂

Reply

Deixe seu Comentário

Ad Blocker Detected!

Refresh