‘Breakfast, Lunch e Dinner’ é para quem já gosta muito de foodie-shows

Curti bastante de “Ugly Delicious“, a primeira colaboração entre o cineasta Morgan Neville e o diretor de Momofuku, David Chang. Foi uma repaginada interessante nos artigos de viagem e tinha uma perspectiva real sobre a comida, em vez de apenas seguir um chef famoso enquanto ele experimenta pratos e visita cozinhas.

A dupla voltou a trabalhar, mas em vez de nos dar uma segunda temporada de “Ugly Delicious” (que aparentemente ainda está a caminho), eles agora voltaram sua atenção para “Breakfast, Lunch e Dinner“, um diário de viagem com Chang e uma lista de convidados famosos que apreciam o trio titular de refeições (além de lanches) em várias grandes cidades. O primeiro lote contém quatro episódios: Vancouver com Seth Rogen, Marrakesh com Chrissy Teigen, Los Angeles com Lena Waithe e Phnom Penh com Kate McKinnon.

E o resultado … não tão bom quanto “Ugly Delicious” (Dica: Procure o episódio sobre pizza, é fantástico). Mas tem ótimos momentos, e está claro que Chang se tornou mais confiante diante das câmeras e disposto a correr alguns riscos em sua abordagem. Mas o novo programa está disperso e parece inseguro de onde se enquadra no espectro dos programas de comédia, viagens e bate-papo. Às vezes, é como uma série da Food Network, buscando restaurantes interessantes em locais exóticos. Outras vezes para um reality-food-entrevista-show, como quando Chang e Teigen andam de camelo pelo deserto. Às vezes, Chang meio que entrevista superficialmente seus convidados sobre suas carreiras por um tempo, a propósito de nada. São todos esses shows ao mesmo tempo e mais.

Chang é um cara carismático, com muito a dizer, principalmente sobre comida. Quando “Breakfast, Lunch e Dinner” se baseia em seu conhecimento, emparelhado com um hóspede que tem uma visão real do lugar que está visitando, pode ser ótimo. Waithe e Chang foram a um restaurante que serve um tipo de cozinha em que você pede frutos do mar cozidos por quilo e é entregue à sua mesa em um saco plástico, coberto em molho. (Você é levado com luvas e incentivado a mergulhar). Esse é um segmento estranho e esclarecedor que nunca se sente forçado ou desajeitado. Além disso, Rogen levar Chang para o seu lugar favorito de rosquinhas no ensino médio é divertido. (E quando chegar neste ep em particular: Nem Chang nem Teigen sabem muito sobre Marrakesh).

Há muito o que gostar aqui. Simplesmente não parece haver muita direção. Pode parecer um pouco estranho, como se fosse um “Chefs and Celebrities in Cars Getting Coffe“. Embora eu suponha que esse é o ponto.

. Breakfast, Lunch, and Dinner (“Café, Almoço e Jantar” no Brasil)
. Netflix (Já no Brasil)
. Episodios: 4 (T1)
. Tempo Médio: 43 minutos cada em média
. Foodie

Default image
Julio Moraes
Julio Moraes é empresário e atua na área de estratégia e planejamento em Marketing & Digital há mais de 16 anos e conta com trabalhos em mais de 20 empresas nacionais e internacionais. Atualmente vivendo e trabalhando em Los Angeles e com trabalhos ganhadores do EMMY® - The Television Academy e indicados ao HFPA® Golden Globes.
Leave a Reply

Ad Blocker Detected!

Refresh