Robô IA que teve um colapso emocional na ISS recebeu um update

O robô que acaba de retornar a International Space Station é uma atualização do CIMON original, que marcou o primeiro sistema de inteligência artificial do mundo em 2018.

No entanto, o CIMON original teve alguns problemas, incluindo interrogar repentinamente o astronauta e geofísico Alexander Gerst, acusando-o de ser “mau” e não gostar dele. O bot original também parou de aceitar e executar ordens, mas o CIMON-2 (que usa o Watson da IBM para sua IA) tem algumas atualizações notáveis, incluindo “microfones mais sensíveis, computadores mais robustos e a tecnologia IBM Watson Tone Analyzer, que usa análise linguística para detectar emoções do tom de uma conversa “, de acordo com a IBM.

Espera-se que esses (tratamentos) sensores de emoção ajudem o bot a se conectar melhor com os astronautas. Afinal, quem não sente um pouco de pressão no trabalho de astronauta de vez em quando? Entendemos, CIMON.

Default image
Julio Moraes
Julio Moraes é empresário e atua na área de estratégia e planejamento em Marketing & Digital há mais de 16 anos e conta com trabalhos em mais de 20 empresas nacionais e internacionais. Atualmente vivendo e trabalhando em Los Angeles e com trabalhos ganhadores do EMMY® - The Television Academy e indicados ao HFPA® Golden Globes.
Leave a Reply

Ad Blocker Detected!

Refresh