O que tem a ver o cupido com as calças?

Imagine uma loja de calças. Mas não uma loja qualquer. Trata-se da maior loja de calças do mundo.

Lá tem tudo. Todos os modelos, todas as cores, com zíper, velcro, até daquelas que viram bermudas.

Você vai lá e vê a calça perfeita. Experimenta e encontra uma que é tudo que você imaginava, mas está um pouco apertada na panturrilha.

O que você faz? Claro, vai experimentar outra. Afinal, nessa loja tem todas as calças do mundo e uma delas deve caber direitinho em você.

Mas você bota a próxima e repara que ela é um pouco folgada na cintura. Tenta outra e percebe um rasgadinho no bolso.

E você experimenta a próxima e a próxima e a próxima, e “próxima!”. Você sempre encontra um defeito e nunca sai do provador satisfeito.

O nome disso é “Paradoxo da Escolha”. É uma teoria que explica que nós humanos, diante de muitas escolhas achamos muito mais difícil decidir.

E o Tinder levou o Paradoxo da Escolha para as nossas relações.

O boy tem uma falhinha estranha na barba ou você não curtiu o tom do cabelo dela?

Você volta lá na “loja”. Afinal, são intermináveis opções. Alguma deve ser perfeita, né?

Talvez não. Talvez a calça perfeita mesmo esteja naquela campanha da Diesel “Go with the flaw”.

Default image
André Choairy
Creative Copywriter at DPZ&T
Leave a Reply

Ad Blocker Detected!

Refresh