O movimento Volta Pinheiros desenvolveu um “perfume” com fluidos do Rio Pinheiros e enviou o kit de lançamento do Eau de Pinherrô para autoridades públicas do Governo do Estado, da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Prefeitura de São Paulo, Câmara Municipal de São Paulo, Sabesp e EMAE. A campanha é um manifesto do Volta Pinheiros que chama a atenção para a falta de transparência do projeto Novo Pinheiros, que não divulga o nível atual de limpeza do rio.

O perfume, produzido com água do Rio Pinheiros retirada pelos participantes do movimento e quimicamente alterado para não haver risco de contaminação, foi embalado em um lindo frasco, mas impróprio para o uso. Por segurança, o perfume vem totalmente lacrado e deixa isso explícito. Se o péssimo odor já é bem perceptível em um frasco de 100 ml de perfume, temos a dimensão do cheiro insuportável que se estende pelos 25 km do Rio Pinheiros.

O movimento Volta Pinheiros apoia o projeto de limpeza da Sabesp, mas pede mais transparência do Governo no processo e enumera os motivos que acredita que podem atrapalhar a execução no prazo prometido.

SOBRE O VOLTA PINHEIROS

O #Volta Pinheiros é um movimento organizado por publicitários que busca o engajamento da população e o despertar dos atores políticos para tirar o Rio Pinheiros (localizado na cidade de São  Paulo) do esquecimento, colocá-lo de volta à pauta de discussão da cidade e convidar a sociedade civil, as empresas, as organizações não governamentais e os órgãos responsáveis a criar projetos que devolvam um rio saudável à cidade e a seus cidadãos. Criado em setembro de 2017, o movimento preconiza a conscientização e a mobilização da população com ações pedagógicas em parceria com escolas públicas e privadas e em comunidades carentes, valendo-se de diferentes meios de mobilização e estratégias de marketing de guerrilha.

Gustavo Giglio

Sócio do UoD (novos negócios/projetos especiais).
Baixista do Kisser Clan e co-fundador do Coffee Hunter.

Sugestões Nessa Categoria