globo


A vontade de todo empreendedor expandir o seu negócio. E com o mercado tão avançado como atualmente a chance de aumento na lucratividade é tentadora – e a melhor forma de expandir é transformar a sua empresa em uma empresa internacional. A evolução das tecnologias e da telecomunicações ajudam muito nesse processo de criação.

Com a globalização, a ampliação do mercado de qualquer negócio promoveu para os países emergentes, uma conexão cada vez mais presente com pessoas e empresas. Atualmente, qualquer empresa, independente do porte, pode comprar e vender bens e serviços no mundo inteiro, com custos acessíveis, assim podendo garantir a sua empresa se transformar em um negócio internacional.

Gérlio Figueiredo / arquivo pessoal

Empresário Gérlio Figueiredo afirma que o empreendedor que consegue crescer com o seu negócio no Brasil consegue levar a sua empresa para outros países “Quem empreende no Brasil consegue empreender em qualquer lugar. Vimos pequenos e médios empreendimentos sendo apostados e dando certo no exterior”, confirma.

Para transformar o seu negócio internacional, é fundamental a criação de um plano de negócios sólidos e assim buscar investidores internacionais. Esse documento irá mostrar para possíveis investidores que vale a pena apostar em sua empresa. “Nesse plano de negócios é importante ter muito claro o seu modelo de negócio, assim como o cenário competitivo que irá operar e o perfil de sua empresa” completa Gérlio.

Atualmente, existem duas principais  formas de levar um negócio para fora do país, por via de exportação ou operação in loco. A exportação acontece quando as empresas de dentro do país, ou seja, empresas nacionais, vendem seus produtos ou serviços no exterior, os empresários brasileiros começam a considerar as exportações como uma decisão estratégica importante para suas empresas e para desenvolvimento de seus negócios. 

Já a operação in loco, faz com que os empresários optem por essa operação, por terem a possibilidade de abrir filiais ou novas empresas em outros territórios para assim produzir localmente algo de seu negócio.

Para o processo de transformação da empresa ser internacional, Gérlio diz que é fundamental a empresa ser acompanhada por bons profissionais, com uma assessoria que consiga dar a devida atenção para uma empresa operar fora do País. “Hoje há poucas pessoas que saibam tocar a internacionalização de uma empresa. Para as entidades, é um investimento que vale a pena ser feito, principalmente neste período que estamos vivenciando, em que quase todo o resto do mundo vai caminhando para uma recuperação acentuada”, conclui o empresário.

Comente

Você também deve gostar destes