globo


Uma das músicas do clássico álbum “Refazenda”, de 1977, ganha uma nova versão na voz original de Gilberto Gil. Com a pertinência do nome e de grande parte da letra original, “Tenho sede”, criada por Dominguinhos e Anastácia, passa agora a ser tema de uma campanha em prol das famílias dessa região marcada pela falta de água.

A iniciativa é capitaneada pela ASA Brasil – Articulação do Semiárido, entidade que reúne ONGs, sindicatos rurais, associações de agricultores e outros players com foco nas necessidades e políticas públicas para a população do semiárido, que engloba 10 estados do País: Minas Gerais, Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão.

A nova versão integra a campanha elaborada pela agência Quintal, que visa a construção e doação de cisternas para as famílias das regiões, especialmente para agricultores. No clipe que ilustra a regravação, intercalam-se imagens e Gil e banda com a de moradores e da região, degradada pela seca e falta de estrutura, que tiveram suas vidas transformadas positivamente pela chegada das cisternas.

Também foram produzidos microdocumentários e filmes de 60 e 30 segundos para reforçar a mensagem e angariar doações para o projeto, com participação das produtoras Sideral (vídeo) e Sonido (áudio). Acima você confere o clipe com a nova versão de “Tenho sede” e, abaixo, três dos microdocs.

Comente

Você também deve gostar destes