Como ganhar dinheiro com blog

Neste artigo, você vai aprender o que é preciso fazer para ganhar dinheiro com blog do jeito certo.

(conteúdo originalmente publicado no BLOGOVERSO)

Durante muitos anos, ganhar dinheiro com blog era uma associação que nem sequer era feita. Um blog era mais um diário virtual e mesmo os blogs de marca tinham uma abordagem mais informal. Pessoas físicas usavam o blog como ferramenta de pura expressão pessoal e marcas usavam como uma tentativa de relacionamento mais genuíno com os consumidores.

No meu caso, quando criei o Update or Die, era para compartilhar exemplos de iniciativas que envolvessem criatividade, principalmente (mas não somente) em propaganda, com colegas e clientes. Não planejei transformar essa comunidade em um business (felizmente o sucesso foi grande e aconteceu naturalmente).

Mas os tempos mudaram! O mercado digital evoluiu, e ganhar dinheiro com a internet se tornou uma coisa natural. A grande pergunta agora é outra: como criar um blog e ganhar dinheiro com ele?

Neste artigo, você vai aprender o que é preciso fazer para ganhar dinheiro com blog do jeito certo.

As 5 formas de ganhar dinheiro com blog

É fácil se animar com a possibilidade de monetizar o seu blog. Mas existe muita diferença entre querer e fazer. 

O primeiro passo é simples: tentar identificar algumas estratégias que já se mostraram efetivas como forma de gerar renda.

Existem, no mínimo, 5 boas maneiras de transformar seu blog em uma fonte de renda passiva.

1. Divulgar uma marca através de um blog corporativo

A primeira opção para ganhar dinheiro com blog é usá-lo para divulgar uma marca ou um produto específico. Esse é o cenário em que se enquadra qualquer blog corporativo.

O foco do blog corporativo é criar valor para clientes em potencial que vão encontrar o conteúdo da marca na internet. Ao ajudar essas pessoas de forma real, a chance de criar um relacionamento com elas e convertê-las em compradoras é muito maior.

É por isso que boa parte das empresas que têm presença digital hoje se preocupam em manter blogs atualizados.

2. Vender produtos digitais

A segunda opção, também muito utilizada, é a venda de produtos digitais, conhecidos como infoprodutos.

Nesse caso, o blog gera valor para os visitantes dentro de um tópico ou nicho de mercado específico, mas não é necessariamente voltado para promover uma marca. Ele pode vender tanto produtos próprios quanto usar programas de afiliados para divulgar itens de outras pessoas e marcas. 

Além disso, muitas empresas têm unido o melhor dos dois mundos: criam blogs específicos para fortalecer suas marcas, mas também apresentam infoprodutos que se relacionam com sua proposta de valor.

Por exemplo, uma loja de instrumentos musicais poderia criar um blog para ensinar música aos clientes em potencial com o objetivo de aumentar as vendas online de instrumentos e equipamentos.

Mas o dono da loja percebe a oportunidade e cria também um curso online de violão. O produto digital tem a ver com o físico, e ambos podem ser promovidos no blog.

3. Conteúdo por assinatura

Alguns blogs apostam na produção de conteúdo Premium, ou seja, materiais mais atrativos e profundos, que só ficam disponíveis para assinantes.

Essa é mais uma opção de produto digital que pode ser criado para complementar a estratégia de um blog corporativo, mesmo que também venda produtos físicos.

Seguindo o exemplo anterior, da loja de instrumentos, o produto digital complementar poderia ser uma área de membros por assinatura, em vez de um curso online.

Nesse caso, o mais comum é oferecer ao menos parte do conteúdo gratuitamente, para atrair visitantes e, mais tarde, convencê-los a assinar a versão paga.

4. Branded Content

Outra opção de renda é por meio do Branded Content, ou seja, conteúdo de qualidade, mas voltado para promover uma marca direta ou indiretamente.

Nesse modelo de monetização, as empresas pagam para que o conteúdo seja publicado em nome delas, e isso pode ser feito de duas formas.

A primeira é usando publieditorial, ou seja, posts feitos para divulgar diretamente um produto ou evento. Normalmente, é a própria marca que produz o conteúdo.

Em outros casos, o blog faz a produção do conteúdo. A única diferença é que esse material é publicado apenas com o apoio ou patrocínio da marca anunciante.

5. Marketing pessoal

Outra forma de conseguir ganhar dinheiro com blog é usando-o como ferramenta de marketing pessoal. Isso pode resultar numa série de benefícios que, por fim, levam a um aumento na receita.

Esses benefícios incluem:

  • ofertas de emprego: muitas empresas convidam profissionais talentosos por observar seu trabalho em um blog;
  • convites para palestras: quem é considerado como referência inevitavelmente se torna alvo de convites para palestras naquele segmento;
  • pedidos de consultoria: assim como no caso das palestras, diversos blogueiros passam a prestar consultoria a pedido de empresas interessadas em seu conhecimento.

Como ganhar (muito) dinheiro com um blog: 3 exemplos reais

Nada melhor do que acompanhar casos de sucesso para aprender, na prática, com quem alcançou o objetivo que você deseja conquistar. 

Vale a pena destacar ao menos 3, mas pode ter certeza de que estes são apenas uma fração dos inúmeros exemplos de blogs bem-sucedidos nos quais você pode se inspirar.

1. Groove

A história do Groove, um software online de suporte ao cliente, é emocionante! 

A empresa caminhava rumo à falência, concorria contra gigantes, como a Zendesk, e não sabia o que fazer para reverter a situação. A solução estava no blog, até então abandonado e usado sem qualquer estratégia. 

Depois de uma renovação radical no conteúdo e no design, nasceu um desafio inovador que documentaria a jornada da empresa até os 100 mil dólares de receita anual.

O blog se tornou o principal canal de aquisição de clientes da companhia, que passou muito além dos 100 mil e chegou aos 10 milhões de receita anual. 

2. Neil Patel

Você já deve ter ouvido falar do Neil Patel. Ele já ganhava muito dinheiro com blogs quando isso ainda era considerado um mito pela maioria.

Mas não é só isso que faz dele uma das principais referências no assunto, e sim o fato de seus negócios serem sempre baseados na produção de conteúdo. 

É verdade que hoje ele dispõe de verbas milionárias para publicidade. Mas suas campanhas de links patrocinados e campanhas de marketing viral são todas em torno de conteúdo.

Além de criar e alavancar vários negócios próprios por meio de blogs, Neil Patel também usou esse canal para construir uma marca pessoal internacional. 

Ele já ajudou empresas como Google e até recebeu prêmios do presidente dos EUA. Hoje, ele tem até uma agência de marketing aqui no Brasil! Tudo isso graças ao trabalho fantástico em seus inúmeros blogs.

3. Update or Die

Sou suspeito, claro. Mas o Update or Die não poderia ficar de fora dessa lista. Fomos um dos primeiros blogs do Brasil a criar um modelo de negócio sustentável, ainda em 2006, quando ninguém fazia dinheiro com blogs. Criamos uma comunidade enorme de criativos, vendemos blogs corporativos para agencias de publicidade e empresas e continuamos pagando os boletos com o UoD, com muitos ajustes pelo caminho, claro.

Hoje, seguimos aprendendo e experimentando, da mesma maneira. O marketing de conteúdo trouxe uma enxurrada de “vendedores” para essa arena, cheios de fórmulas de sucesso e de um discurso cuidadosamente criado para atrair clientes. No nosso caso, o cliente ainda vem como consequencia e não como principal objetivo. Continuamos humanos e cool hunters. Ainda apostamos em criatividade e autenticidade. E com isso, mais do que atrair clientes, atraímos os clientes CERTOS. Aqueles que tamb´ḿ apostam em conteúdo gerado por cool hunting e não só por palavras-chave para pontuar bem nas buscas e atrair tráfego organico.

Apostar em conteúdo gerado por gente normal, procurando coisas legais de verdade, também funciona.

O que é preciso para tornar um blog rentável?

Já vimos vários modelos de monetização atrativos para ganhar dinheiro com blog, e exemplos reais desses modelos em ação. Mas o que diferencia os blogs que rendem milhões dos que não trazem receita alguma?

Aqui se encaixa aquela velha máxima popular: se fosse fácil, todo mundo faria.

Por isso, veja 2 qualidades fundamentais para qualquer empreendedor que leva a sério a meta de ter um blog rentável.

1. Paciência

É muito importante ter paciência, pois Marketing de Conteúdo é uma estratégia de longo prazo.

Não adianta publicar alguns artigos interessantes e esperar que comece a chover dinheiro a partir disso. Leva um tempo até que o seu conteúdo comece a aparecer nas pesquisas do Google, seus perfis nas redes sociais ganhem popularidade e sua empresa seja considerada autoridade pelo público.

Há formas de acelerar esse processo, mas ainda assim vai ser necessário construir a sua casa online, tijolo por tijolo.

2. Planejamento

Já que falamos sobre construção, pense no seguinte: uma bela casa começa com um projeto bem-feito, seguindo com o uso adequado do espaço disponível e as leis vigentes.

Da mesma forma, um blog de sucesso começa com um planejamento sólido do que precisa ser feito e segue as melhores técnicas do mercado.

E o que significa isso, na prática? Em uma lista resumida, seu planejamento precisa incluir:

  • frequência de publicações: a regularidade é essencial para construir audiência e autoridade. Assim, não importa se vai publicar um post por dia ou por semana, isso precisa ser definido no planejamento e seguido à risca depois;
  • linha editorial: sobre quais temas você vai falar? Qual será o tamanho médio dos posts? Quais formatos usar? Com que tom de voz abordar os assuntos? Tudo isso serve para definir a personalidade do seu conteúdo;
  • design: o design do blog tem impacto direto no relacionamento com o público e pode ajudar ou atrapalhar seus resultados. Também é parte fundamental do processo;
  • sistema CMS: a tecnologia por trás do blog também é assunto para considerar no planejamento. A escolha de um bom CMS pode fazer toda a diferença no seu progresso comercial.

Blogs são a melhor forma de compartilhamento de conteúdo RICO. E, quem sabe, deixar você rico também nesse processo 😉

(conteúdo originalmente publicado no BLOGOVERSO)

Wagner Brenner

Fundador e editor do Update or Die.

post anterior

10.000 anos de Branding em 6 minutos

próximo post

Vai que é hoje, Taffarel?

relacionados