globo


O que vem depois do Golden Circle?

Dez anos se passaram desde a apresentação do Golden Circle e a forma como as marcas pensam propósito precisa evoluir.

Gurus do marketing e outros picaretas

Como os gurus do marketing causam danos irreparáveis à disciplina e o que podemos fazer sobre isto.

Deprimidos, falidos e cringes: a maldição dos millennials

Como os millennials deixaram de ser a geração que iria mudar o mundo para se consolidar como geração adulta mais pobre e deprimida do planeta.

Saber tanto e tão pouco: estamos repletos de informação e vazios de análise

Como diz Hans Rosling, “o mundo não pode ser compreendido sem números. Tampouco pode ser compreendido apenas com números”. Estamos repletos de informação, mas extremamente vazios de análises.

Propósito ou oportunismo?

A queda de doações no pior momento da pandemia mostra que as marcas ainda confundem propósito com ações pontuais.

O que acontece quando a Coca-Cola corta 35% de sua verba de marketing?

Muitos argumentam que nada acontece, pois a força da marca é capaz de sustentá-la por muito tempo. Mas, os dados contam outra história.

Mulher: fique confortável em estar confortável

A coisa mais revolucionária que nós mulheres podemos fazer por nós mesmas é reencontrar uma zona de conforto – mesmo que o preço para isso seja o desconforto das pessoas ao nosso redor.

Porquê o Airbnb vai investir mais em marca e menos em performance em 2021

A empresa anunciou que está mudando seus gastos de performance para branding depois de reduzir seus gastos em mais da metade durante a desaceleração da Covid-19 e ainda gerar 95% do mesmo tráfego online do ano anterior.

Crushmarks: nem só de amor vivem as marcas

As lovemarks precisam acompanhar o zeitgeist. Talvez, elas precisem evoluir para Crushmarks, que entendem que seu relacionamento com as pessoas é passageiro e que precisam manter o encantamento sempre em alta.

Por que você não deve fazer um plano para 2021

Será que já estarão liberados os grandes eventos presenciais no ano que vem? Será que faz sentido retomar as ações não executadas de 2020?