in , ,

Os museus que abrem este ano ao redor do mundo

Durante 2019, museus dedicados aos mais variados temas – como história, arte, música, gastronomia, cinema, teatro – serão abertos ao redor do mundo.

Entre as inaugurações mais esperadas, por exemplo, está o “Museu do Cinema da Academia do Oscar”, previsto para abrir em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Estarão reunidas mostras voltadas à produção cinematográfica através dos anos e o impacto social e cultural do cinema ao longo do tempo. As portas serão abertas no fim de 2019. 

Ainda nos EUA, New York receberá o “The Shed”, centro multimídia de dança, música, teatro e artes visuais composto por duas galerias, um teatro que comporta 500 lugares e ainda uma sala de show de 5 mil metros quadrados.

Também em NY, o “Novo Museu da Estátua da Liberdade” exibirá a versão original do cartão-postal da cidade, que foi substituída há 35 anos. O endereço será em Liberty Island e contempla o passeio dos turistas à estátua com informações sobre sua História e relação com a tal “liberdade” que lhe dá o nome. 

A lista segue nos EUA, mas desta vez em Nashville, com o “Museu Nacional da Música Afro-Americana” que, segundo informações já divulgadas, terá como objetivo “preservar a herança dos muitos gêneros musicais criados, influenciados e inspirados pelos negros”. O ambiente terá diferentes salas e espaços interativos com a temática de gêneros como gospel, blues, jazz e rap.

Encerrando as inaugurações em solo norte-americano, a cidade de Dallas será o destino do “Museu do Holocausto e dos Genocídios”, espaço com abertura prevista para setembro. 

Em Girona, na Espanha, uma das inaugurações mais bacanas do ano: um laboratório de pesquisa e espaço gastronômico comandados por Ferran Adrià, chef do El Bulli, considerado um dos melhores restaurantes do mundo até o encerramento de suas atividades em 2011.

O “El Bulli 1846” oferecerá cursos de alta cozinha e receberá eventos artísticos e gastronômicos a partir do segundo semestre do ano.

A cidade de Qinhuangdao, na China, inaugurou no ano passado o “Museu da Arte das Dunas”, projeto cultural do UCCA, Ullens Center for Contemporary Arts, que conta com dez galerias em meio às dunas e às obras feitas de areia. Neste ano, o centro passa a ser ligado ao “Museu da Arte do Mar” por meio de uma passarela que só será acessível em períodos de maré baixa.

Doha, no Catar, abre já em março o “Museu Nacional” com obras do patrimônio artístico clássico da península arábica reestruturadas pelo arquiteto francês Jean Nouvel.

Já Gizé, no Egito, hospedará o “Museu Egípcio” – que abre as portas em 2020 mas, em 2019, já será possível visitar uma das salas do mesmo que terá, por exemplo, uma estátua do faraó Ramsés II de 3200 a.C.

E no Brasil…

Nesta semana, o Museu Nacional do Rio de Janeiro, que teve quase todo seu acervo destruído por um incêndio em setembro do ano passado, abre as portas de sua primeira exposição após o ocorrido.

As obras serão expostas a partir desta quinta-feira, dia 17 de janeiro, no prédio da Casa da Moeda, antiga sede do Museu. Na nova mostra, estarão fósseis de 80 milhões de anos encontrados na Antártida; uma réplica dos ossos de um réptil marinho; o extinto Plesiossauro; e um fragmento do Pterossauro. Das peças em exposição, oito foram resgatadas dos escombros do incêndio.

fonte: UOL
dica da Giulia Simcsik

Reportar

Gostou do post?

82 points
Upvote Downvote
Mentor

Escrito por Gustavo Giglio

Updater, sócio do UoD, diretor de marketing/novos negócios.

100 Posts Mr. Postman!1000 Posts NinjaContent AuthorStory Maker

Comentários

Carregando…

0