Ciência

Morgan Freeman transforma seu imenso rancho em um santuário para abelhas

A ciência já descobriu que a humanidade depende das abelhas para seguir vivendo, e elas estão morrendo – apenas nos últimos três meses foi registrado que meio bilhão de abelhas morreram no Brasil. Um dado alarmante que, junto de muitos outros, tem impactado pessoas como Morgan Freeman, o ator, diretor de cinema e filantropo, que agora é também apicultor.

A celebridade de 81 anos decidiu converter seu rancho de 124 acres (mais de 1 milhão de metros quadrados), em um santuário de abelhas no Mississippi. Seu interesse na apicultura começou em 2014, onde ele descobriu um novo hobby, chegando até hoje com sua nova empreitada: manter as abelhas em segurança, preservando e salvando as espécies selvagens em ambientes saudáveis.

Freeman importou 26 colmeias do Arkansas para sua fazenda no Mississippi e lá trabalha para alimentar as abelhas com açúcar e água e tem ajudado a plantar magnólias e alfazemas.

“Há um esforço real de trazer as abelhas de volta ao planeta. Não percebemos que elas são essenciais no crescimento do planeta, da vegetação”, contou ele ao apresentador Jimmy Fallon.

Intrigada com o tema e sabendo que não é todo mundo que pode ter um apiário, fui buscar o que nós – cidadãos comuns – podemos fazer para preservar essa espécie tão importante para a existência da humanidade. Abaixo compartilho alguns passos simples:

1 – Plantar flores amigas das abelhas.
2 – Colocar uma pequena colmeia perto das suas flores.
3 – Não utilizar pesticidas, nem comprar alimentos com pesticidas.
4 – Buscar por sementes sem pesticidas.
5 – Ter plantas para os polinizadores.

Para entender melhor sobre o tema, assista ao vídeo abaixo:

Comente

Ad Blocker Detected!

Refresh