“This is America”, de Childish Gambino, e “Bluesman” do Baco Exu do Blues, levam GP em Cannes

Críticas ao racismo foram as grande premiadas do Entertainment for Music na edição desse ano do Cannes Lions, com direito a representante brasileiro no mais alto pódio da categoria. Bluesman, criação da Coala.lab em parceria com a AKQA e a Stink, trouxe para casa o Grand Prix, premiação também oferecida a This is America, de Childish Gambino (da Doomsday Los Angeles)

Esse é o 12o Grand Prix brasileiro da história do Cannes Lions, e também o primeiro na categoria Entertainment for Music.

Escolhemos Bluesman como Grand Prix porque é brilhante, é um trabalho de arte e é feito com classe. O curta-metragem [que ajudou a lançar o álbum] reverte a simbologia da dominação branca para combater o racismo institucionalizado

Paulette Long, presidente do júri de Entertainment Lions for Music

Ambos os GPs tem em comum a coragem de colocar o dedo na ferida do racismo da sociedade, como bem sintetizou Fernando Scheller. E isso vale tanto para terras tupiniquins quanto para o país de Trump.

Default image
Jacqueline Lafloufa
Leave a Reply

Ad Blocker Detected!

Refresh