Tecnologia

Tweets impróprios postados por políticos serão sinalizados

Não faltam presidentes e políticos polêmicos nos últimos tempos. Seja nos EUA ou no Brasil, a comunidade de usuários do Twitter têm pressionado a plataforma pedindo que contas de políticos e líderes como Donald Trump e Jair Bolsonaro sejam banidas, já que alguns dos tweets postados por essas personalidades infringem os termos e condições do Twitter.

A decisão, contudo, não é tão simples: tratam-se não só de personalidades que angariam muitas visualizações e que são ativas usuárias da plataforma, mas também políticos que devem ser fiscalizados e responsabilizados pelo que dizem publicamente. Além disso, os dois presidentes também têm a prática de utilizar o Twitter como meio de comunicação oficial, o que transforma as suas contas em uma espécie de sala de imprensa do governo, com elevado interesse jornalístico no que eles publicam.

Ponderando a situação, mas sem apontar dedos para nenhum infrator em específico, o Twitter decidiu estabelecer uma sinalização para estas postagens abusivas, colocando os tweets impróprios postados por governantes e candidatos à cargos públicos por trás de uma janela contendo um aviso:

Essa mensagem infringe as Regras de Uso do Twitter. No entanto, o Twitter determinou que pode ser de interesse público manter essa mensagem disponível. Entenda mais.

Segundo o Twitter, eles também vão se esforçar em garantir que esses tweets infratores não estarão sendo impulsionados pelo algoritmo da plataforma. A medida, no entanto, vai valer apenas para tweets postados por governantes, líderes políticos e candidatos a cargos públicos que sejam verificados pela plataforma e tenham ao menos 100 mil seguidores. 

Posts Relacionados

Samsung revela linha Galaxy S10 e primeiro celular dobrável do mundo

Estevan Sanches

Samsung pode lançar o Galaxy X dobrável na próxima quarta. Mas para que dobrar mesmo?

Wagner Brenner

Kyocera lança celular do tamanho de um cartão de crédito

Wagner Brenner

Deixe seu Comentário

Ad Blocker Detected!

Refresh