Dear Kobe

Ao escrever este post, minha televisão esta ligada na notícia da partida de Kobe Bryant, (coração partido) junto com uma de suas filhas, Gianna Maria Bryant e mais sete pessoas, em um acidente de helicóptero, em Los Angeles. Uma lenda da NBA, da cidade de Los Angeles e inspiração de vários sentidos para toda uma geração.

Ainda coletando os pensamentos sobre o acontecido, e relembrando um pouco do que li, assisti e aprendi com a mente do jogador que ia muito além do basquete. Um eterno defensor de esporte e, acima de tudo, de expandir o próprio conhecimento para continuar evoluindo.

“The most important thing is to try and inspire people so that they can be great in whatever they want to do.”

Kobe Bryant

Kobe estava fazendo um filme, algumas pessoas detêm hoje de um manuscrito de ficção, e outro de poemas, a produtora de vídeos fundada pelo ex-jogador, Granity Studios, mostraria novidades neste ano de investimentos em documentários, livros, podcasts e apoios de filmes… O pequeno mundo de conteúdo criado por ele, ainda para acontecer, mas o seu próprio instigador, criador e pensador, não poderá ver crescer, aflorar e se tornar uma referência para milhões mais.

Storytelling is bigger than just entertainment. Our goal at #GranityStudios is to inspire young minds to dream, achieve, and excel. Follow our journey!

Posted by Granity Studios on Thursday, November 1, 2018

Ganhador de diversos prêmios dentro e fora da quadra, um desses, que sabemos que ele carregava no peito, era o OSCAR de melhor Animação de Curta de 2018, “Dear Basketball“, o filme é uma visita rara e visual da mente do Kobe, baseado no poema que ele mesmo escreveu, e divulgou para seu último dia nas quadras – ao anunciar sua aposentadoria do basquete.

Dear Basketball,

From the moment
I started rolling my dad’s tube socks
And shooting imaginary
Game-winning shots
In the Great Western Forum
I knew one thing was real:

I fell in love with you.

A love so deep I gave you my all —
From my mind & body
To my spirit & soul.

As a six-year-old boy
Deeply in love with you
I never saw the end of the tunnel.
I only saw myself
Running out of one.

And so I ran.
I ran up and down every court
After every loose ball for you.
You asked for my hustle
I gave you my heart
Because it came with so much more.

I played through the sweat and hurt
Not because challenge called me
But because YOU called me.
I did everything for YOU
Because that’s what you do
When someone makes you feel as
Alive as you’ve made me feel.

You gave a six-year-old boy his Laker dream
And I’ll always love you for it.
But I can’t love you obsessively for much longer.
This season is all I have left to give.
My heart can take the pounding
My mind can handle the grind
But my body knows it’s time to say goodbye.

And that’s OK.
I’m ready to let you go.
I want you to know now
So we both can savor every moment we have left together.
The good and the bad.
We have given each other
All that we have.

And we both know, no matter what I do next
I’ll always be that kid
With the rolled up socks
Garbage can in the corner
:05 seconds on the clock
Ball in my hands.
5 … 4 … 3 … 2 … 1

Love you always,
Kobe

Não sou uma pessoa de esporte em particular, mas sigo e me inspiro em todas as pessoas que, só ao ver, ouvir ou ler, percebo o quanto é maior que a própria vida e o quanto vai inspirar outros, de modo criativo, de modo esportivo, de modo humano.

Dear Kobe, obrigado pela inspiração – você será lembrado com muito carinho.

Default image
Julio Moraes
Julio Moraes é empresário e atua na área de estratégia e planejamento em Marketing & Digital há mais de 16 anos e conta com trabalhos em mais de 20 empresas nacionais e internacionais. Atualmente vivendo e trabalhando em Los Angeles e com trabalhos ganhadores do EMMY® - The Television Academy e indicados ao HFPA® Golden Globes.
Leave a Reply

Ad Blocker Detected!

Refresh